Card image
Especiais
Entenda a importância do catalisador na moto

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 07/06/2019
  • Atualizado: 11/06/2019 às 14:52
  • Por: Marcelo Barros

Você sabe o que é um catalisador? Conhece sua importância? Com uma frota de mais de 22 milhões de motocicletas em circulação no País, segundo dados do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), o equivalente a 22% do número total de veículos em circulação. Como não é novidade para ninguém, esse alto volume de veículos exige cuidados no controle das emissões de gases poluentes para garantir a qualidade do ar.

O catalisador, localizado no sistema de escapamento, tem a função de converter até 98% dos gases poluentes, provenientes da combustão, como monóxido de carbono (CO), óxidos de nitrogênio (NOx) e hidrocarbonetos (HC) em substâncias inofensivas à saúde humana.

catalisador

As peças utilizadas nas motocicletas são desenvolvidas especialmente para estes veículos. “Ao contrário do catalisador automotivo aplicado nos veículos de passageiros, que, em geral, é constituído de um substrato cerâmico ou colmeia cerâmica, como é mais popularmente conhecido, os componentes para motocicletas têm substrato metálico, mais leve e resistente às vibrações”, afirma Miguel Zoca, gerente de aplicação de produto da Umicore, fabricante de catalisadores no Brasil.

Além disso, de acordo com o executivo, o catalisador para motocicletas tem dimensões reduzidas para uma melhor harmonização com o visual do veículo. “O formato e a composição da peça são adequados às condições específicas da motocicleta, tornando o catalisador muito mais leve e de menor inércia térmica, aquecendo-se e esfriando-se mais rapidamente”, explica o especialista.

catalisador

Cuidados com o catalisador nas motos

Os catalisadores para motos são desenvolvidos para gerar pequena contrapressão. “A informação de que o catalisador compromete o desempenho das motocicletas não é verdadeira”, explica Zoca. O especialista alerta ainda que a remoção do componente é infração grave e passível de multa, conforme o Código de Trânsito Brasileiro.

O recomendado é que ao trocar o escapamento, seja por razões de durabilidade ou estética, o motociclista certifique-se de que o novo produto seja dotado de catalisador. “Sem o uso do catalisador, as motocicletas emitiriam muito mais poluentes, piorando a qualidade do ar e a saúde da população”, acrescenta o executivo.

catalisador moto

Para trazer ainda mais informação, falamos com Alfredo Guedes Junior, Supervisor de relações públicas da Honda, fabricante de motos líder absoluta de vendas no Brasil, com cerca de 80% do mercado de motos: “Para garantir o bom funcionamento do catalisador da motocicleta é necessário fazer todas as manutenções recomendadas pelo fabricante. Uma motocicleta que roda sem manutenção por muitos quilômetros pode comprometer a durabilidade do catalisador. Os principais itens que podem comprometer a eficiência do catalisador são: filtro de ar, óleo do motor e combustível de baixa qualidade. Quando estes itens não estão de acordo com as especificações do fabricante, eles podem acelerar a deterioração do catalisador que pode perder a ação de transformar os gases nocivos em gases inertes”, declarou o especialista da Honda sobre esse importante item.

Veja também:
Harley-Davidson Iron 1200; custom customizada de fábrica
Coluna do Barros: Andar equipado ajuda, não faz milagre
BMW investe R$ 9 milhões em fábrica de motos no Brasil