Card image
Notícias
Norton vai lançar scrambler peso-médio em novembro

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 04/07/2018
  • Atualizado: 02/11/2018 às 20:26
  • Por: Carlos Bazela

Norton, scrambler, Atlas, TT Ilha de Man, naked, clássica, Commndo, V4, V4 RR, Dominator, John Mcguinness, motos, superesportiva, superbike, motociclismo, Motociclismo Online, Revista Motociclismo, Ducati, Desert Sled, TriumphA Norton vai deixar o mercado das scramblers ainda mais movimentado em novembro. Depois do vindouro modelo da Triumph ser fotografado em testes e até de rumores sobre uma nova Ducati Desert Sled surgirem, a fabricante inglesa vai fazer seu movimento. E a confirmação veio do próprio CEO da marca, Stuart Garner, que postou em seu perfil no Twitter uma renderização 3D da moto dizendo que a “Norton vai lançar a nova Norton Atlas durante o Motorcycle Live, em novembro”, que acontece entre os dias 17 e 25 em Birmingham.

Já antecipada pela imprensa internacional, a moto não só é a aposta da Norton em um segmento que está em crescimento e fazendo a cabeça dos motociclistas mundo afora, como é a chance da marca ter em mãos um modelo peso-médio, com motor de bicilíndrico paralelo de 650 cm³ e potencial para volume maior de vendas.

Hoje, a Norton conta com quatro modelos em seu line-up. Dois deles são versões da Commando MK II – uma naked clássica convencional e outra com estilo caré racer – e a Dominator, que traz linhas levemente mais modernas, como o suporte de placa rente à roda traseira, para o estilo retrô. Todas com o mesmo motor bicilíndrico de 961 cm³ de arrefecimento misto a ar e óleo, capaz de gerar 80 cv de potência máxima a 6 500 rpm, enquanto o torque máximo de 9,17 kgf.m giros está disponível já nos 5 200 giros.

Já a recente superesportiva V4 RR é outra pegada. Trata-se de uma moderna superesportiva com design atual, incluindo um estiloso monobraço traseiro, desenvolvida com foco no TT da Ilha de Man, tendo ao guidão ninguém menos que John Mcguinness, e homologada para as ruas. O motor, como diz o nome da moto é um tetracilíndrico em V de 1 200 cm³ e arrefecimento líquido capaz de gerar 202 cv de potência a 12 500 rpm e 13,2 kgf.m de torque máximo a 10 000 giros. No quesito eletrônica, a Unidade de Medida Inercial (IMU) rege controle de tração, controle de largada, de wheelie e piloto automático. Modos de pilotagem, ignição sem chave e computador de bordo também estão inclusos no pacote, enquanto a carenagem em fibra de carbono garante leveza no conjunto: 179 kg a seco.