Card image
Notícias
Venda de motos em maio tem melhor média desde 2015

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 12/06/2019
  • Atualizado: 12/06/2019 às 8:16
  • Por: Willian Teixeira

O mês de maio apresentou um bom desempenho para o mercado de motocicletas, tanto em vendas como em produção no Polo Industrial de Manaus. De acordo com a Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares), foram fabricadas 100.997 unidades em maio, volume 3,9% maior do que o obtido no mesmo mês de 2018, que acumulou uma produção de 97.203 motos, e 10,7% superior ao o registrado em abril deste ano, quando foram fabricadas 91.220 unidades.

Com os resultados registrados em maio, a produção de motocicletas acumulada nos cinco primeiros meses de 2019 atingiu a marca de 468.962 unidades, um crescimento de 5,3% sobre o mesmo período de 2018, que registrou 445.212 unidades.

Veja também:
Honda investe R$ 500 milhões na fábrica em Manaus
BMW investe R$ 9 milhões em fábrica de motos no Brasil
Harley-Davidson supera marca de 5 milhões de motos

Média diária de vendas de motos

Em maio, a média diária de vendas no varejo foi de 4.454 motocicletas, considerando os negócios realizados em 22 dias úteis. O volume representa uma alta de 12,2% em relação ao mesmo mês do ano passado, que teve média diária de 3.968 unidades negociadas em 21 dias úteis.

De acordo com a Abraciclo, o resultado obtido no mês foi o melhor alcançado pelo setor desde junho de 2015, que registrou média diária de 4.815 motos.

 

Emplacamentos de motocicletas

Dados do Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores) mostram que 97.987 motocicletas foram emplacadas em maio, o que representa um crescimento de 20,6% em relação ao mesmo mês de 2018, quando 81.238 motos foram registradas, e de 4,9% na comparação com abril de 2019, que teve 93.370 emplacamentos.

No acumulado entre janeiro e maio, o total de motos emplacadas foi de 450.011, volume 17,6% superior em relação ao mesmo período de 2018, quando houve 382.660 emplacamentos.

Linha de produção Triumph em Manaus (AM)

Marcos Ferminian, presidente da Abraciclo, afirma que estes números indicam a retomada do setor. “Esse crescimento foi estimulado pela maior concessão de crédito, pois os agentes financeiros estão mais seguros para oferecer linhas de financiamento ao consumidor”, destaca o executivo, que lembra que os financiamentos por Crédito Direto ao Consumidor (CDC) e consórcio representam aproximadamente 70% das vendas no mercado nacional.