Card image
Notícias
Honda investe R$ 500 milhões na fábrica em Manaus

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 19/02/2019
  • Atualizado: 19/02/2019 às 20:23
  • Por: Carlos Bazela

A Honda quer tornar sua fábrica de motos em Manaus (AM) referência em produtividade e não irá poupar esforços nem dinheiro para conseguir isso. Nesta terça-feira, 12, em coletiva de imprensa realizada no local, a marca anunciou um investimento de R$ 500 milhões na planta localizada na capital do Amazonas, que serão feitos até 2021.

Com o capital investido, a Honda irá realizar uma completa transformação na cadeia produtiva. Renovação de equipamentos, construção de novos prédios e reposicionamento de linhas produtivas estão entre as ações que serão implementadas na fábrica nos próximos três anos para deixar as instalações mais eficientes, segundo o comunicado da marca.

técnicos inspecionam os scooter da família SH da Honda, em Manaus (AM)

Veja também:
Honda lança edição de 25 anos da CG 160 Titan
Honda PCX 150 chega atualizado às revendas
Triumph produz 25 mil motos e foca em crescer no Brasil

De acordo com a Honda, melhorias dos postos de trabalho também estão previstas para trazer mais conforto às equipes. Além disso, a ideia é que a fábrica fique ainda mais adequada do ponto de vista ambiental, aumentando o uso de luz natural e reaproveitando mais a água. A planta de Manaus tem 290 mil metros quadrados construídos  nela são produzidos 34 modelos diferentes.

“Estamos engajados em tornar a Moto Honda referência em produtividade. Promoveremos melhorias em maquinário, com novos robôs e processos mais atualizados. Esta iniciativa irá proporcionar maior flexibilidade e rapidez à nossa operação para superar cada dia mais as expectativas de nossos clientes”, explica Júlio Koga, Vice-presidente Industrial da Moto Honda da Amazônia.

Linha de montagem da família SH da Honda, em Manaus (AM)

A Honda ainda prevê a inauguração da Fábrica de Motores, um novo complexo, onde ficarão agrupados todos os processos para fabricação de propulsores. A primeira área a ser transferida será a fundição, cujo novo galpão, de 13.852 mil metros quadrados, já está construído. A partir do segundo semestre deste ano, ocorrerá a transferência do processo de usinagem também para um novo local, com 11.928 metros quadrados, que está em obras. Já a transferência da pintura alumínio e da nova montagem dos motores, que também ganharão novos prédios, deverá estar concluída até 2020.

“Em 48 anos, acompanhamos o amadurecimento do mercado de motocicletas e, claro, do público consumidor, que está cada vez mais exigente em quesitos como design, segurança, tecnologias amigáveis ao meio ambiente e preço. Assim, estamos fortalecendo a nossa eficiência no processo produtivo para continuarmos satisfazendo nossos consumidores e obtendo a competitividade internacional em um segmento cada vez mais concorrido e globalizado”, comenta Issao Mizoguchi, presidente da Honda South America.

 Issao Mizoguchi, presidente da Honda South America; Wilson Lima, Governador do Estado do Amazonas; e Alfredo de Menezes Júnior, Superintendente da Suframa

Fotos: Marcelo Barros e Divulgação/Honda South America