farol-monster-insta-ducati
Notícias

Ducati promete ‘novidade monstruosa’ para o Brasil

8 Minutos de leitura

  • Publicado: 22/07/2022
  • Por: Willian Teixeira

A Ducati do Brasil usou suas redes sociais para prometer uma “novidade monstruosa” para os seus fãs. Trata-se da nova geração da Monster, lançamento que ainda não tem uma data definida pela marca italiana, mas acreditamos que ela deve desembarcar em nosso país até o final de 2022. 

Foram postadas duas imagens nas redes sociais da filial brasileira da marca italiana, que exibem fotos que mostram detalhes sutis desta nova versão da naked, revelada no exterior no final de 2020 e que tem como uma de suas principais novidades o novo chassi em alumínio, aplicado no lugar da tradicional estrutura em treliça.

Em uma das postagens feitas pela Ducati do Brasil podemos ver o farol em LED da nova versão de sua naked, com leves detalhes da suspensão e um pedaço do tanque da moto.

Já na outra temos apenas um leve recorte de uma das rodas com a inscrição Monster, ea promessa de uma novidade que fará jus ao seu nome.

Nova estrutura da Ducati Monster

A Monster sempre chamou atenção por trazer o mesmo chassi em treliça presente na versão lançada no Intermot de 1992, mas quebrou paradigmas ao modificar a assinatura de sua naked. 

A mudança gerou críticas por parte dos fãs mais puristas da marca, só que no teste feito por nossos parceiros da MOTOCICLISMO ESPANHA eles constataram que a Ducati conseguiu manter a filosofia original do modelo, e essa revolução em sua estrutura fez com que o passeio ficasse mais fluído e prático para o uso da moto no dia a dia. Para ler o teste completo é só clicar aqui.

Ducati reporta queda em vendas e alta no faturamento em 2020

LEIA MAIS:
MV Agusta mostra a nova e exclusiva família Reparto Corse
Royal Enfield Hunter 350 é flagrada sem disfarces
Abraciclo: produção de motos em 2022 pode ser a melhor desde 2014

O alumínio trouxe uma das principais vantagens desta nova Monster: a diminuição de peso.

Nesta nova geração ela ficou mais leve que a 821, graças a estrutura em alumínio e alguns componentes em GFRP, polímero reforçado com fibra de vidro. 

Seu motor, que é o já conhecido Testastretta 11º, também emagreceu 2,4 quilos com a adoção de novos materiais mais leves.

Ele é um bicilíndrico de 4 válvulas com comando desmodrômico e refrigeração líquida, usina que entrega 11 cv de potência a 9.250 rpm e torque máximo mais de 9,5 kgf.m em apenas 6.500 rpm.

Ducati reporta queda em vendas e alta no faturamento em 2020

A transmissão da nova Monster é de seis velocidades, e vem com quickshifter de série. Já os controles eletrônicos são semelhantes aos de uma superbike, com uma IMU de seis eixos, ABS que atua em curvas. Além disso, o sistema traz, controle de tração, modos de pilotagem e até mesmo controle de largada.

Como falamos no início do texto, ainda não há informações oficiais sobre a data exata de seu lançamento, mas pela movimentação da Ducati, podemos acreditar que esse dia está próximo.

Temos fãs da Monster por aqui? O que acharam dessa mudança de chassi? Você é time treliça, ou gostou do visual da naked italiana com o quadro em alumínio? Deixem suas opiniões nos comentários!

Deixe seu Comentário

Conteúdo Recomendado

Comentários

[Fancy_Facebook_Comments_Pro language="pt_BR"]