Card image
MOTO DE OURO
Ducati XDiavel é a Moto de Ouro Entre as Custom

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 14/06/2018
  • Atualizado: 21/01/2019 às 15:54
  • Por: Carlos Bazela

Diego Borghi, Isabel Reis, Ducati, XDiavel, XDiavel Dark, XDiavel ABS, XDiavel S, custom, Moto de Ouro, prêmio, categoria custom, motociclismo, Harley-Davidson, Fat Boy, Fat Bob, motos, Revista Motociclismo, premiação, Motociclismo Online A MOTOCICLISMO visitou hoje o escritório da subsidiária brasileira a Ducati para entregar o prêmio Moto de Ouro 2018, que a marca venceu na categoria Custom com a XDiavel. A moto, que representa o ingresso da fabricante italiana no segmento, venceu dois modelos da Harley-Davidson: as renovadas Fat Boy e Fat Bob, esta última incorporada à família Softail depois que marca de Milwaukee optou por descontinuar a linha Dyna.

“A XDiavel é uma das motos da Ducati mais premiadas mundialmente”, comentou Diego Borghi, CEO da Ducati do Brasil. Além do design, outros aspectos form citados pelo executivo para o sucesso da moto  ser tão grande a ponto dela receber prêmios como o Moto de Ouro, cuja votação é feita pelos leitores da MOTOCICLISMO. “É a primeira vez que a Ducati entra nesse segmento e o sucesso mostra que o consumidor quer cada vez mais conforto e tecnologia”, diz.

A XDiavel é disponibilizada mundialmente nas versões ABS e S, sendo esta última a top de linha. No Brasil, entretanto, há uma terceira versão, a XDiavel Dark. “Fizemos algumas versões exclusivas para o Brasil com base no feedback dos nossos leitores. Com a XDiavel Dark, por exemplo, trocamos as rodas, que era um pedido recorrente e colocamos um guidão especial”, comenta Borghi salientando que a marca tem ouvido seus consumidores para agradá-los cada vez mais.

Sobre a chegada de novos modelos, entretanto, o que foi confirmado à reportagem da MOTOCICLISMO para entrar no mercado ainda 2018 foi a SuperSport S. A sport-touring, presente na última edição do Salão Duas Rodas ao lado da Monster 797, que acaba de chegar às revendas, começará a ser vendida entre julho e agosto. Já a aguardada superesportiva Panigale V4 deverá chegar apenas no ano que vem para substituir a geração atual da 1299 Panigale, como já está fazendo lá fora.

Foto: Carlos Bazela