Monster 797 e SuperSport S são destaques da Ducati em SP

Autor: Carlos Bazela


Da mesma forma que fez em Milão, a Ducati começou sua apresentação para imprensa no Salão Duas Rodas falando dos números de mercado. Em 2017, a marca chegou aos 3,9% de participação no mercado e comemorou. “É o maior número que chegamos desde o início da nossa história no Brasil”, comentou o italiano Raffaele Fusilli, Diretor de Vendas da marca, ressaltando a importância do País para a fabricante italiana. “Consideramos o mercado brasileiro um dos mais estratégicos do mundo e os consumidores daqui um dos os mais apaixonados”, disse ele.

Para confirmar essa importância, a marca mostra no evento dois novos modelos: a naked Monster 797 e a esportiva SuperSport. A nova Monster chega com o motor bicilíndrico em “L” Desmodue de 803 cm³ arrefecido a ar, que produz até 75 cv de potência a 8.250 rpm e até 7 kgf.m de torque a 5.750 giros. Sem o complexo pacote eletrônico presente em suas irmãs maiores, a moto vem com a proposta de ser mais acessível, o que se reflete no preço de R$ 39.900.

Já a SuperSport S, que já havíamos antecipado aqui, tem propulsor bicilíndrico Testastretta de 937 cm³ com arrefecimento líquido, que é capaz de gerar até 113 cv de potência a 9.000 rpm, enquanto o torque de 8,8 kgf.m está disponível já nos 6.500 giros.

Entre os ítens eletrônicos, três modos de pilotagem, freios ABS como item de série e controle de tração. Já os extras da versão S, a mais completa, consistem em suspensões Öhlins totalmente ajustáveis e o Ducati Quickshift, que permite subir e descer marchas rapidamente, sem acionar o manete da embreagem. O preço ainda não foi confirmado.

A marca italiana ainda colocou um ponto final nos rumores de que estaria à venda pelo Grupo Volkswagen “Os rumores que circularam na imprensa internacional não passaram de especulação. A Ducati não está à venda”, completou o CEO Diego Borghi. O executivo ainda encerrou a apresentação falando sobre a Scrambler Custom e a Multistrada 1200 Limited Edition, modelos exclusivos para o País, cuja diferença é o pacote de acessórios incorporados.

Para finalizar, a marca ainda anunciou a nomeação de três novas concessionárias nas cidades de Ribeirão Preto (SP), Porto Alegre e (RS) e uma no Estado de Santa Catarina, Além da implantação do estoque nacional de peças. “São mais de 13 mil itens para pronta entrega além do estoque de cada concessionária”, comenta Borghi, mostrando as intenções da marca em aprimorar o pós-venda.

Veja nossa cobertura completa do Salão Duas Rodas 2017 aqui


Comentários