Card image
Notícias
Norton revela superesportiva média Superlight

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 19/11/2018
  • Atualizado: 19/11/2018 às 16:01
  • Por: Carlos Bazela

Norton, Superlight, média, 650, scrambler, Atlas, TT Ilha de Man, naked, clássica, Commando, V4, V4 RR, Dominator, John Mcguinness, moto, superesportiva, superbike, motociclismo, Motociclismo Online, Revista Motociclismo, Ducati, Desert Sled, Triumph, Nomad, Ranger, off-road, Atlas 650, Motorcycle Live, Yamaha, YZF-R6

A Norton está decidida a entrar de cabeça no segmento de média cilindrada. Depois de lançar a scrambler Atlas 650, a marca inglesa mostrou outro uso para o motor bicilíndrico paralelo que acaba de desenvolver: a superesportiva Superlight, que foi revelada durante o Motorcycle Live, evento realizado na cidade de Birmingham, no Reino Unido.

Com linhas idênticas às da V4 RR, a superbike principal – e até então, a única – da marca a moto se caracteriza pelo estiloso monobraço em alumínio, que deixa a roda traseira à mostra pelo lado direito e pelo conjunto óptico duplo arredondado. A carenagem é feita totalmente em fibra de carbono e ainda traz como opcional um sistema de escape feito em titânio, que diminui 6 kg dos seus 158 kg a seco e ainda acrescenta 6 cv aos 105 cravados a 12 500 rpm.

Norton, Superlight, média, 650, scrambler, Atlas, TT Ilha de Man, naked, clássica, Commando, V4, V4 RR, Dominator, John Mcguinness, moto, superesportiva, superbike, motociclismo, Motociclismo Online, Revista Motociclismo, Ducati, Desert Sled, Triumph, Nomad, Ranger, off-road, Atlas 650, Motorcycle Live, Yamaha, YZF-R6

Veja também:
Norton revela Atlas 650 em duas versões
Conceito RS 660 é cartada da Aprilia entre as médias
John McGuinness fecha com a Norton para correr no TT 2018

A Superlight ainda traz suspensões Öhlins totalmente ajustáveis na dianteira e na traseira, enquanto os freios são da grife Brembo desde os discos, duplos de 330 mm na dianteira e de 245 mm na traseira, até as pinças. Para merecer o nome, as rodas e o tanque de 18 litros são feitos em fibra de carbono, sendo que este último recebe o reforço do kevlar, material comum em capacetes e coletes à prova de balas.

Já no quesito eletrônica, a Norton Superlight inclui painel TFT de 7’’, controles de largada, tração e wheeling, freios ABS e três modos de pilotagem. Todos geridos por um Unidade de Medida Inercial (IMU). Bem como o câmbio assistido quickshift, para mudanças mais rápidas, sem apertar a embreagem ao subir e descer marchas.

Norton, Superlight, média, 650, scrambler, Atlas, TT Ilha de Man, naked, clássica, Commando, V4, V4 RR, Dominator, John Mcguinness, moto, superesportiva, superbike, motociclismo, Motociclismo Online, Revista Motociclismo, Ducati, Desert Sled, Triumph, Nomad, Ranger, off-road, Atlas 650, Motorcycle Live, Yamaha, YZF-R6

Entretanto, embora seja uma moto de média capacidade cúbica, como a nova Atlas, a Superlight não parece ter sido desenvolvida tendo as vendas em grande volume em mente. No Reino Unido, a moto será vendida por 19 950 libras (pouco mais de R$ 96 mil), o que é bem mais do que as 11 299 libras (cerca de R$ 54 600) cobradas por uma Yamaha YZF-R6, por exemplo. Mas, nada impede que ela seja uma rival a altura da Aprilia RS 660, caso esta seja finalmente confirmada como modelo de produção, claro.

Fotos: Reprodução Facebook