Card image
Notícias
Lewis Hamilton cria sua versão da MV Agusta Brutale 800 RR

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 29/05/2018
  • Atualizado: 23/07/2018 às 18:46
  • Por: Carlos Bazela

MV Agusta, Brutale 800 RR, Lewis Hamilton, Fórmula 1, F1, F4, superesportiva, Dragster 800, Brutale 800 RR LH44, naked, motos, esportiva, piloto, Itália, marca italiana, Brutale, motociclismo, Motociclismo Online, Revista Motociclismo, série limitadaDepois de trabalhar em parceria com a MV Agusta para criar a sua versão da Dragster 800 RR e da superesportiva F4, Lewis Hamilton voltou suas atenções para outra moto da Casa de Varese: a Brutale 800RR. Seguindo a mesma linha dos outros modelos, a nova criação do piloto britânico de Fórmula 1 foi batizada de Brutale 800 RR LH44, em alusão a suas iniciais e ao seu número, e será limitada a apenas 144 exemplares, que começam a ser produzidos agora em junho.

Assim como os modelos anteriores, a roupagem traz uma mescla das cores vermelha, preta e branca, grafismos dinâmicos, que segundo o comunicado da MV Agusta, enfatizam o dinamismo do design da moto, recentemente reformulado pela Casa de Varese. Tudo devidamente timbrado com o logo do piloto. Outros detalhes ainda foram trabalhados para valorizar essa edição especial, como componentes em fibra de carbono e a pintura vermelha de algumas peças, como manetes de freio e embreagem e as tampas do motor e reservatórios.

MV Agusta, Brutale 800 RR, Lewis Hamilton, Fórmula 1, F1, F4, superesportiva, Dragster 800, Brutale 800 RR LH44, naked, motos, esportiva, piloto, Itália, marca italiana, Brutale, motociclismo, Motociclismo Online, Revista Motociclismo, série limitadaJá na mecânica, ao contrario do que foi feito com a F4, nada de desempenho extra. A Brutale 800 RR de Lewis Hamilton conserva os 140 cv de potência máxima a 12 300 rpm e os 8,87 lgf.m de torque máximo, obtidos nos 10 100 giros, do modelo convencional, gerados pelo propulsor tricilíndrico de 798 cm³ DOHC de arrefecimento líquido. Contudo, a fibra de carbono em algumas partes conseguiu uma redução de 3 quilos no peso seco da moto, que foi para 172 kg. Para completar o pacote, o conjunto de freios é composto por disco duplo dianteiro (320mm de diâmetro) e único traseiro (220mm de diâmetro) mordidos por pinças Brembo de quatro e dois pistões, respectivamente. A Brutale tricilíndrica ainda conta com o auxílio do ABS especialmente ajustado para evitar que a roda traseira se levante em frenagens mais bruscas.

Além dos freios antitravamento, a Brutale 800 RR LH44 conta com controle de tração ajustável em até oito níveis e quatro modos de pilotagem. O modelo vem também com a segunda geração do câmbio assistido quickshift desenvolvido pela MV Agusta para trocas de marcha mais rápidas, sem precisar acionar o manete da embreagem. O preço cobrado por cada um dos 144 exemplares numerados é salgado. Na Itália, por exemplo, começa em 24 144 euros, o que corresponde a quase R$ 105 mil.