Kawasaki híbrida
Notícias

Kawasaki revela protótipo de motocicleta híbrida

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 05/09/2022
  • Por: Redação

Certamente, as fábricas estão se movimentando para que os motores à combustão deixem de fazer parte do seu line-up aos poucos, e aqui na MOTOCICLISMO você tem acompanhado este cenário. Dessa forma, agora foi a vez da Kawasaki revelar um protótipo durante as 8 Horas de Suzuka, em uma espécie de aviso do que será sua motocicleta híbrida.

A saber, é provável que ela seja apresentada na próxima edição do Salão de Milão – EICMA. Entretanto, uma patente publicada recentemente explica como o sistema híbrido funciona no protótipo HEV.

Nesse sentido, no EICMA do ano passado, o número um da Kawasaki Motors, Hiroshi Ito, falou sobre o programa de motos e scooters eletrificados no qual o fabricante japonês estava trabalhando. E também disse que até 2022 veríamos três novos modelos da marca com essa tecnologia. Parece que, inegavelmente, a hora chegou!

Uma Kawasaki pra chamar de híbrida

Nessa nova híbrida dá para perceber a falta da alavanca da embreagem e do pedal da troca de marchas. Dessa maneira, isso dá a entender que a moto será alimentada por um motor de dois cilindros em linha, provavelmente derivado da gama Z400.

Do mesmo modo, os desenhos da patente mostram como o motor elétrico está alocado acima da unidade de transmissão, com a finalidade de otimizar sua estrutura e compartilhar a caixa de velocidades. No protótipo visto em Suzuka há um atuador no lugar do cabo usual operado pelo manete no guidão.

Já outros desenhos mostram o sistema de controle eletromecânico do seletor de marchas. Ou seja, em primeiro lugar, um motor elétrico é acoplado a uma série de redutores que aumentam o torque transmitido até a última marcha.

Acompanhe a MOTOCICLISMO também pelas mídias sociais!
– Instagram – Facebook – YouTube – Twitter

Assim sendo, a transmissão e a embreagem são gerenciadas eletronicamente por um software que processa os dados coletados por sensores. A lógica de mudança automática ou semiautomática através de botões no guidão é, de fato, modificada conforme seja usado apenas o motor térmico, o elétrico ou ambos.

Dado o espaço limitado que as baterias parecem ocupar, a funcionalidade puramente elétrica deve ser programada para viagens curtas, com o híbrido sendo ativado de modo automático nas fases de aceleração. Na teoria, isso pouparia o motor térmico, auxiliando na economia.

Com toda a certeza, este sistema de transmissão leva a vantagem de ser aplicado com simplicidade aos motores já existentes, assim como não contar com dimensões e peso significativos.

Vamos aguardar os próximos passos dessa atualização. E você, o que achou da novidade? Escreva pra gente sua opinião nos comentários!

  • Kawasaki híbrida
Deixe seu Comentário

Conteúdo Recomendado

Comentários

[Fancy_Facebook_Comments_Pro language="pt_BR"]