Card image
Notícias
Harley-Davidson ousa e planeja novos modelos para 2020

4 Minutos de leitura

  • Publicado: 30/07/2018
  • Atualizado: 30/07/2018 às 13:55
  • Por: Carlos Bazela

Harley-Davidson, Pan America 1250, Stretfighter 975, Custom 1250, moto elétrica, custom, Touring, Evolution, Revolution, H-D Revelation, Milwaukee-Eight, LiveWire, CVO, Sportster, baixa cilindrada, More Roads to Harley-Davidson, XR 1200X, Fat, Bob, aventureira, naked, streetfighter, esportivaA Harley-Davidson segue firme e forte em seu plano de lançar 100 novas motocicletas em 10 anos e apresentou hoje o projeto More Roads to Harley-Davidson (Mais Caminhos para a Harley-Davidson em tradução livre), revelando que a marca está pronta para abandonar o lugar comum.  Composto por novas práticas e modelos, o projeto é uma forma da fabricante de Milwaukee se tornar mais abrangente e popular.

O primeiro passo é uma nova plataforma que servirá de base para três modelos de propostas e motorização diferentes, sendo que o grande destaque vai para a Pan America 1250, uma maxitrail aventureira equipada com uma versão de 1 250 cm³ do tradicional propulsor de dois cilindros em V, que nela terá arrefecimento líquido. O lançamento está previsto para 2020.

Outras informações da imprensa internacional ainda afirmam que a moto traz suspensões Showa, freios Brembo e um painel TFT. Já no design, o farol em formato de barra horizontal é muito semelhante ao da nova Fat Bob, reformulada recentemente. Barras de proteção laterais e spoiler protetor de motor também estão presentes, bem como um para-brisa largo e alto e as grandes alças de apoio para a garupa. O grande escape lateral também se destaca nas linhas da moto, que ainda mostra rabeta e reflexivos bem alinhados com as custom da marca.

“As ações ousadas que estamos anunciando hoje alavancam as vastas capacidades e o poder de fogo competitivo da Harley-Davidson – nossa excelência no desenvolvimento e fabricação de produtos, o apelo global da marca e, claro, nossa grande rede de concessionárias”, disse Matt Levatich, Presidente e CEO. “Juntamente com nossos leais clientes atuais, lideraremos a próxima revolução da liberdade em duas rodas, para inspirar os futuros pilotos que ainda não pensaram na emoção de pilotar”, enfatizou o executivo.

Propostas e motores diferentes

Harley-Davidson, Pan America 1250, Stretfighter 975, Custom 1250, moto elétrica, custom, Touring, Evolution, Revolution, H-D Revelation, Milwaukee-Eight, LiveWire, CVO, Sportster, baixa cilindrada, More Roads to Harley-Davidson, XR 1200X, Fat, Bob, aventureira, naked, streetfighter, esportivaOutra novidade no pacote que a H-D mostrou hoje está uma naked esportiva, a Streetfighter 975. Impulsionada por um V2 de 975 cm³, a moto promete preencher uma lacuna deixada pela XR 1200X. Com linhas bastante esportivas e visual levemente parecido com o da elétrica LiveWire, ela também está prevista para chegar em 2020.

Para fechar o leque de modelos de alta cilindrada, está a Custom 1250, que traz linhas fortes e o aspecto de customizada de fábrica, com visual que parece uma mescla entre V-Rod e Fat Bob. O motor é o mesmo V2 de 1250 cm³ da Pan America e o lançamento está previsto para 2021.

A Harley-Davidson ainda confirmou que deverá atacar o mercado de pequena e média cilindrada, com um modelo de 250 cm³ a 500 cm³, que será desenvolvido na Ásia em parceria com uma fabricante ainda não revelada. A ideia é fortalecer a marca em mercados da região como a Índia, por exemplo. E, a exemplo de outras fabricantes como a BMW, ainda é possível especular sua vinda para o Brasil.

Finalizando o comunicado sobre novos modelos, a H-D reiterou o lançamento da LiveWire para agosto de 2019 e ainda oficializou que está trabalhando em modelos elétricos mais acessíveis, que deverão chegar ao mercado até 2022. “A Harley-Davidson é icônica porque nunca ficamos parados”, disse Levatich. “Conforme avançamos, estamos explorando o espírito que impulsionou nossos fundadores em 1903 e todos os funcionários e distribuidores que enfrentaram os desafios ao longo do caminho. Nosso plano irá redefinir os limites existentes da nossa marca – alcançando mais clientes de uma forma que reforce tudo o que defendemos como marca e como empresa – e mal podemos esperar para começar a acelerar”, disse o executivo, reiterando que fortalecer a rede de concessionárias também faz parte do plano.

Investimento

Harley-Davidson, Pan America 1250, Stretfighter 975, Custom 1250, moto elétrica, custom, Touring, Evolution, Revolution, H-D Revelation, Milwaukee-Eight, LiveWire, CVO, Sportster, baixa cilindrada, More Roads to Harley-Davidson, XR 1200X, Fat, Bob, aventureira, naked, streetfighter, esportivaA estratégia de aceleração exigirá investimentos significativos para mudar a trajetória dos negócios globalmente e a empresa planeja financiá-la totalmente por meio da redução de custos e realocação de investimentos e recursos previamente planejados, incluindo investimento operacional até 2022 de US$ 450 milhões a US$ 550 milhões (cerca de 1,6 bilhão a R$ 2 bilhões) e investimento de capital até 2022 de US$ 225 milhões a US$ 275 milhões (mais ou menos R$ 836 milhões a pouco mais de R$ 1 bilhão). No total, a empresa planeja que o projeto More Roads to Harley-Davidson irá gerar mais de US$ 1 bilhão de receita anual incremental em 2022, em comparação com 2017.

Sobre essa parte de cortar custos, relembramos do desentendimento recente da Harley com o presidente norte-americano Donald Trump. Será que eles já estão prevendo economizar ao mover a produção para fora dos EUA? De qualquer forma, ver a H-D ousando e buscando novos caminhos é bom para os fãs da marca e melhor ainda para o mercado como um todo. Veja aqui o vídeo oficial do anúncio.

Fotos: Harley-Davidson