Card image
Competições
Em passagem rápida por São Paulo, Marc Márquez fala sobre a carreira

4 Minutos de leitura

  • Publicado: 03/04/2019
  • Atualizado: 03/04/2019 às 17:01
  • Por: Marcelo Barros

Após o show de habilidade que Marc Márquez, atual campeão da MotoGP, deu no Grande Prêmio da Argentina, conquistando a primeira vitória do ano e assumindo a liderança, fez a já tradicional passagem pela capital paulista para uma coletiva de imprensa, organizada pela Estrella Galicia 0,0, marca de cerveja sem álcool que patrocina o piloto espanhol.  O piloto sete vezes campeão mundial falou sobre a carreira, sobre os principais rivais e os principais objetivos para esta temporada.

Com Márquez, participaram do evento Alexandre Barros, maior piloto brasileiro de motovelocidade de todos os tempos e Juan Paz, diretor da Estrella Galícia no Brasil, que falou sobre o trabalho da Estrela Galicia 0,0 da formação de pilotos e incentivo ao motociclismo. “Continuamos escrevendo uma história diferente com o time Estrella Galicia 0,0. Estamos orgulhosos de fazer parte desta família única no Mundial, que oferece aos jovens pilotos todas as ferramentas para desenvolver seu talento ao mais alto nível”, declarou o diretor.

 

 

Veja também:
Game MotoGP19 já tem data para chegar
Veja o calendário 2019 do Mundial de Motovelocidade
Soberano, Marquez vence de ponta a ponta etapa da Argentina da MotoGP

Questionado sobre a parceria com a Estrella Galicia, Márquez disse que apostou em seu crescimento profissional. “Só tenho que agradecer todo o apoio da Estrella Galicia comigo. Estamos juntos desde a categoria de base. Acho que ninguém sabia que iria dar tão certo. Além disso, a marca contribui muito para o desenvolvimento de visibilidade da motovelocidade. Temos pilotos incríveis em nosso time, isso torna a marca uma das principais da modalidade”, explicou o piloto. No motociclismo, além de Márquez, a Estrella Galicia 0,0 patrocina outros cinco pilotos do Mundial de Motovelocidade e a equipe do piloto Alex Barros no Brasil.

Quando questionado sobre até onde quer chegar na carreira, disse que não gosta de pensar em metas nesse sentido, para não perder a motivação de novas conquistas. Segundo ele, o mais importante é pensar sempre em melhorar e não fechar as portas. “Eu corro sob pressão e eu gosto disso. Eu não coloco números em termos dos títulos que eu quero alcançar. Desde 2010, que ganhei nas 125 (atual Moto3), tenho lutado por título. Quando você termina o ano com um título, é uma motivação incrível para lutar no ano seguinte. Com 26 anos você não precisa procurar motivação extra”, destacou Marc.

Falou sobre o pior ano da carreira, que foi 2015, o único ano dos seis que está na MotoGP onde não foi campeão, mas afirmou que aprendeu muito para melhorar nas temporadas seguintes. Comentou sobre grandes rivais, como Andrea Dovizioso, piloto que Márquez acredita ser o mais capacitado no grid. Sobre Valentino Rossi, o espanhol comentou que eles se cumprimentaram na Argentina e que as coisas do passado devem ficar para trás, pois todos são profissionais na MotoGP e que devem existir o respeito entre pilotos.

Sobre o seu novo colega de equipe, o piloto Jorge Lorenzo, Márquez afirmou que não sabe dizer quanto tempo Lorenzo precisa para andar 100% na Honda e comentou que a equipe esperava o ver andando melhor nessa altura da temporada. Falou também sobre como está sua moto nessa temporada e se mostrou bem otimista com as melhorias.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Revista MOTOCICLISMO (@motociclismo_br) em

De passagem rápida por São Paulo apenas para a já tradicional coletiva de imprensa brasileira, Márquez já viajou para os Estados Unidos, onde será realizada a etapa três da temporada, no Circuito das Américas, em Austin, no dia 14 de abril. No circuito americano Márquez venceu nas últimas cinco temporadas então é novamente o grande favorito.

Fotos: Fernando Holschuh