Card image
Competições
MotoGP: KTM aposta tudo em 2019

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 15/02/2019
  • Atualizado: 15/02/2019 às 10:36
  • Por: Carlos Bazela

Faltando menos de um mês para a primeira corrida do Mundial de Motovelocidade, em Losail, no Catar, a KTM apresentou as roupagens das duas equipes que terá nesta temporada. O time de fábrica, que conta com os pilotos Pol Espargaró e Johann Zarco, seguirá com a RC16 pintada no tradicional laranja mesclado com as cores da Red Bull, que patrocina a marca, tanto na MotoGP quanto na Moto2 e Moto3.

Mas, a novidade mesmo é o debute da nova roupagem da Tech3, que debuta este ano como equipe satélite da KTM depois de duas décadas recebendo suporte da Yamaha. Para este ano, as motos, que terão o malaio Hafizh Syahrin e o português Miguel Oliveira ao guidão, vêm com a predominância da cor azul, mas com elementos em laranja, para não deixar nenhuma dúvida de que se trata de uma KTM.

A roupagem das KTM RC16 para a temporada 2019

Veja também:
MotoGP: Ducati é a melhor em três dias de Sepang
MotoGP: Marc Marquez lidera treinos de Sepang
MotoGP: Yamaha de fábrica vem de azul e preto em 2019

“É ótimo mostrar ao mundo nossa nova roupagem. Eu vi as cores pela primeira vez no fim de dezembro e mal pude acreditar no quão incrível ficou”, comentou Hervé Poncharal, gerente de equipe da Red Bull KTM Tech3. Além de elogiar as novas cores, o chefão aproveitou para falar da moto. “Claro que o mais importante para um protótipo de competição é ser rápido e nós estamos trabalhando nisso. Mas, se a moto puder ser rápida e ainda bonita, é um belo bônus”, brincou Poncharal.

Pol Espargaró e a KTM RC16 2019

Stefan Pierer, CEO do Grupo KTM aproveitou para ressaltar a intimidade da marca austríaca com o universo da motovelocidade, já que ela não só compete nas três categorias do Mundial, como administra a Rookies Cup, categoria de base na qual os pilotos competem ao guidão da RC 250 R. “Correr está no nosso DNA. Isso significa forçar a inovação a cada uma semana ou duas semanas. Nós vemos na TV ou na internet quantos décimos de segundo estão faltando e isso realmente nos leva a fazer tudo o que pudermos para tocar o topo do pódio no final.

Contudo, o executivo revela que a marca ainda está engatinhando quando o assunto é a MotoGP. “Essa filosofia nos levou ao sucesso nos últimos trinta anos, mas neste mundo de corridas ainda somos iniciantes”. Mas já deixou claro que quer resultados. Esse é o nosso terceiro ano de um programa de cinco e no final queremos pódios. Em 2019, estamos apostando tudo”, finalizou Pierer. O próximo – último – teste da pré-temporada acontece em 23 de fevereiro já no autódromo de Losail.

Johann Zarco e a KTM RC16

Hazifh Syahrin e a KTM RC16 2019 da Tech3

Miguel Oliveira e a KTM RC16 2019 da Tech3