Responsive Menu
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Ténéré, Lander, nova lander, lander abs, ténéré 250, moto, motociclismo, revista motociclismo, motociclismo online, nova Yamaha, Yamaha Lander ABS, moto trail

Yamaha apresenta nova geração da trail Lander 250 com ABS

Autor: Marcelo Barros


Ténéré, Lander, nova lander, lander abs, ténéré 250, moto, motociclismo, revista motociclismo, motociclismo online, nova Yamaha, Yamaha Lander ABS, moto trail

Finalmente uma Lander nova! A primeira é de 2007 e no seu visual nada mudou nesses 11 anos, além de cores, grafismos e o sistema flex, o que gerou bastante incômodo entre seus fãs. Mas a espera acabou.

É uma moto quase toda nova — pois tem o mesmo motor —, cheia de referências de outras motos da marca. O mais importante é que a Yamaha mexeu em pontos-chave que precisavam ser mudados. O farol em LED é o mesmo da Fazer 250 — que melhorou muito a iluminação à noite —, assim como o punho esquerdo, com o lampejador junto do seletor de farol alto e farol baixo.

Ténéré, Lander, nova lander, lander abs, ténéré 250, moto, motociclismo, revista motociclismo, motociclismo online, nova Yamaha, Yamaha Lander ABS, moto trail

O assento agora tem dois níveis, inspirado na Ténéré 250, a lanterna traseira em LED, o tanque com maior capacidade (13,6 litros), as suspensões com menor curso (220 mm na frente e 204 mm na traseira) e os pneus Metzeler Tourance, além do para-lama junto ao pneu dianteiro. Outra mudança importante é o reforço na parte traseira do chassi, para garantir o transporte de bagagens sem problema. Da Lander antiga, a marca afirma ter mantido a robustez e agilidade.

Para atender à legislação sobre sistema de freio em motos, que entra em vigor em 2019, a Yamaha optou por instalar na Lander o ABS de um canal (atua só na roda dianteira). Isso não é nenhuma novidade, pois a Honda, apesar de ter colocado ABS nas duas rodas na XRE 300, tem ABS só na dianteira na XRE 190 e lá fora também tem ABS só na frente nas CRF 250L.

Ténéré, Lander, nova lander, lander abs, ténéré 250, moto, motociclismo, revista motociclismo, motociclismo online, nova Yamaha, Yamaha Lander ABS, moto trail

Veja também!
Yamaha finalmente lança Ténéré 700 no EICMA 2018
Saiba o que muda na nova geração da Honda XRE 300
Teste: Yamaha MT-07 2019 no dinamômetro

Primeiras impressões

A moto é disponível em três cores: branca, preta ou azul. Já andamos na nova Lander e escolhemos a azul, que é a cor da Yamaha, apesar da branca estar bem bonita.

No percurso bem diversificado do evento de lançamento, começamos pelo asfalto, e logo percebi a essência da Ténéré 250 ali, pois a Lander está mais on-road que a anterior. No trecho sinuoso me diverti bastante, pois os pneus e as suspensões com menos curso passam confiança para andar rápido e inclinar mais. Parecia que eu era dono dessa moto há alguns anos, pois ela é muito fácil de pilotar e coloco-a exatamente onde quero.

O motor não mudou e seu desempenho é suficiente para sua cilindrada. Nesse primeiro teste, usando a informação disponível no painel que é todo digital — sem indicador de marcha —, fez aproximadamente 32 km por litro. Econômica. Continuo sentindo falta da sexta marcha nesse câmbio, para baixar pelo menos 1 000 rpm, o que melhoraria o conforto no uso rodoviário, reduzindo um pouco a vibração. Essa é a única ressalva sobre o motor.

O assento ficou realmente muito confortável, um destaque absoluto dessa moto. Para o garupa alças ergonômicas, mas faltou o bagageiro de série, assim como as rodas em alumínio, disponíveis na XRE 300.

Quando acaba o asfalto

No asfalto, só elogios. Fomos então para a terra, onde quem gosta de moto trail sabe que é de pé que se pilota, para ter mais conforto e controle da moto. Os mais altos podem sentir a necessidade de um subir o guidão para a ergonomia em pé ficar natural, mudança fácil de fazer com acessório. A redução no curso das suspensões faz com que ela não flua tão naturalmente quanto sua grande rival, a XRE 300.

Ténéré, Lander, nova lander, lander abs, ténéré 250, moto, motociclismo, revista motociclismo, motociclismo online, nova Yamaha, Yamaha Lander ABS, moto trail

Sim, ela consegue ir onde a XRE for, mas não vai passando tanta confiança, seja pelos pneus, seja pelas suspensões. Os freios trabalharam muito bem e a escolha do ABS só na dianteira deu resultado no uso fora de estrada, deixando a experiência mais divertida, travando algumas vezes propositalmente a traseira.

Sem dúvida, a Yamaha pensou em deixá-la com melhor desempenho onde a moto é muito mais usada, no asfalto. Nesse sentido, tiro certeiro e de modo geral uma evolução que a Lander merecia.

Ténéré, Lander, nova lander, lander abs, ténéré 250, moto, motociclismo, revista motociclismo, motociclismo online, nova Yamaha, Yamaha Lander ABS, moto trail

A Lander ABS ganhou quatro anos de garantia, o que deixa o cliente mais seguro. O preço será divulgado na segunda quinzena de janeiro, quando a moto chega às concessionárias. A rival Honda XRE 300 custa R$ 18.200, preço sem frete. Façam suas apostas sobre o preço final da nova Lander.

Para os fãs da Ténéré 250, uma notícia. A moto sairá de linha. A marca acredita que as características da nova Lander atendem o público da Ténéré. Nosso palpite é que eles estão escondendo o jogo e que ainda vem mais novidade trail por aí…

Ténéré, Lander, nova lander, lander abs, ténéré 250, moto, motociclismo, revista motociclismo, motociclismo online, nova Yamaha, Yamaha Lander ABS, moto trail Ténéré, Lander, nova lander, lander abs, ténéré 250, moto, motociclismo, revista motociclismo, motociclismo online, nova Yamaha, Yamaha Lander ABS, moto trail

Comentários


Motociclismo Online

Motociclismo Online

error: Content is protected !!