tiger_sport_660_pista_motociclismoonline-1
Testes

Triumph Tiger Sport 660: potência e sofisticação para o dia a dia

5 Minutos de leitura

  • Publicado: 10/02/2024
  • Por: Alexandre Nogueira

A Triumph Tiger 660 Sport chega para disputar o altamente concorrido mercado de motos de turismo de médio porte. A Tiger Sport 660 baseia-se na Trident 660 adicionando uma carenagem superior moderna, para-brisa ajustável, guidão mais largo e mais conforto para o uso urbano diário com a suspensão macia.

A Triumph Tiger Sport 660 se destaca frente aos concorrentes oferecendo recursos eletrônicos e uma impressionante qualidade de construção e acabamento. A Tiger Sport 660 oferece muito prazer ao pilotar, além de suportar uma condução esportiva graças aos ótimos pneus Michelin Road 5 que proporcionam excelente aderência em todas as condições.

Potência e torque

O motor de três cilindros em linha de 660 cm³ da Triumph é uma versão reformulada do 675 que equipava a Street Triple e a Daytona mais antigas, e os aprimoramentos vieram com um curso mais curto dos pistões para reduzir a cilindrada, levando a potência para 81 cv a 10.250 rpm. Mas o mais importante é que o famoso tricilíndrico inglês continua a surpreender com sua curva de torque linear com pico máximo de 6,5 kgf.m a 6.250 rpm.

LEIA MAIS:

Produção de motos em janeiro é a melhor para o mês desde 2014
Ducati do Brasil reporta melhor resultado desde 2012
Royal Enfield comemora primeiro ano da Scram 411 no Brasil

Para entregar toda a potência e torque com maestria, a caixa de câmbio está definitivamente com uma ação muito suave e precisa, e relações mais curtas. A embreagem é muito leve, mas o quick shifter bidirecional vem de série apenas na versão Touring, que vem equipada também com um top box de 47 litros.

Manuseio, suspensão e peso

O peso total de 206 kg pode parecer bastante para uma moto de média cilindrada, mas a Tiger Sport 660 parece mais leve e se destaca por sua agilidade afiada. O guidão largo oferece uma pegada ideal para lidar com as curvas mais apertadas, em meio ao trânsito ou nas manobras de baixa velocidade, enquanto a estabilidade ao atacar curvas de alta velocidade nunca é um problema. Embora a configuração da suspensão seja focada em passeios confortáveis e, portanto, com amortecimento bastante suave, a Tiger Sport 660 nunca se esquiva da ação esportiva nas curvas.

Durante as frenagens mais fortes na tocada agressiva, a frente mergulha um pouco demais para o meu gosto, embora o público-alvo da moto não deva ser tão “entusiasmado” como eu nos passeios pela estrada sinuosa na porta de casa. A suspensão dianteira não conta com nenhuma regulagem, e a traseira conta com ajuste da pré-carga da mola, o que é um extra valioso para pilotos mais pesados ou que pretendem passear com garupa.

Conforto e economia

Quanto ao conforto, a Tiger Sport 660 oferece tudo o que você esperaria de uma tourer de média cilindrada focada no uso diário, com uma posição de pilotagem neutra e ereta e com o assento espaçoso. O pára-brisa oferece boa proteção com um sistema de ajuste manual muito prático, bastando puxá-lo para cima ou empurrá-lo para baixo com a grande alavanca no meio. O tanque de combustível de 17 litros é suficiente para sanar a fome do tricilíndrico que consume 22 km/l em média, mas notei que é possível alcançar até 30 km/l rodando a 60 km/h na cidade.

Freios

Os trabalhos de frenagem ficam por conta de pinças duplas Nissin de dois pistões com discos de 310 mm na dianteira e um disco de 255 mm casado com uma pinça de pistão único para a roda traseira, ambos com ABS. Parece uma configuração de freio modesta, mas a mordida inicial pode até ser um pouco forte demais para pilotos novatos. É possível acionar a alavanca do freio dianteiro apenas com o dedo indicador, e certamente não falta potência de frenagem. O ABS intervém com bastante rapidez, especialmente em combinação com a excelente aderência dos pneus Michelin Road 5.

Eletrônica

A Triumph Tiger Sport 660 tem uma eletrônica simples, mas bastante eficaz e com uma operação muito intuitiva. Seis botões no punho esquerdo do guidão são suficientes para navegar entre dois modos de pilotagem (Rain e Road), e o controle de tração pode ser desligado. Um extra interessante é que você pode alternar facilmente entre os layouts do painel TFT.

Veredicto

Se você procura uma motocicleta fácil de pilotar e que proporciona muito prazer na tocada em quaisquer condições, você provavelmente deveria comprar uma Triumph Tiger 660. É uma motocicleta sofisticada, a iluminação é total LED, a eletrônica é simples e suficiente e o melhor é que há um equilíbrio inteligente de potência e aceleração mais do que suficiente, fácil de gerenciar e acessível para todos os níveis de pilotos. Uma máquina adorável, descolada e moderna, que funciona corretamente na cidade e na estrada, com uma posição de pilotagem que coloca braços e pernas nos lugares certos para controle nas curvas e conforto em longas distâncias.

O motor de três cilindros acelera muito mais rápido do que seus rivais de dois cilindros, mas principalmente porque a Triumph escolheu as relações de marchas com muito cuidado para proporcionar uma aceleração forte, em vez de uma velocidade máxima insana e que ninguém usa. Realmente estou lutando para encontrar algo que não gostei na Tiger Sport 660, então, experimente uma e comprove.

Deixe seu Comentário

Conteúdo Recomendado

Comentários

[Fancy_Facebook_Comments_Pro language="pt_BR"]