Yamaha-FZ-X-capa-motociclismoonline
Notícias

Yamaha FZ-X é a nova neo-retrô para o mercado mundial

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 21/06/2021
  • Por: Alexandre Nogueira

A Yamaha India acaba de apresentar a nova FZ-X, que não é nada mais do que a terceira geração da neo-retrô FZ-Fi.

A nova Yamaha FZ-X se distingue pelos componentes de estilo específicos e atualizados que lhe dão uma nova personalidade, também incrementada pelas cores Matt Copper, Matt Black e Metallic Blue.

Veja também:
Voge 650 DS é a nova big trail monocilíndrica dos chineses
Honda CG 160 recebe novo design para linha 2022
MOTOCICLISMO 282: veja os destaques desta edição

Focando nos detalhes, a Yamaha dotou sua pequena neo-retrô com um farol redondo de aparência clássica, mas com tecnologia moderna do LED com DRL. Também chegam um novo tanque de combustível, sanfonas de borracha no garfo, um novo assento de uma peça, um guidão de maior curvatura, uma nova lanterna traseira de LED e várias peças em alumínio escovado.

A Yamaha FZ-X agora vem equipada com um novo painel de instrumentos LCD com um soquete de carregamento USB, que pode ser conectado via Bluetooth com o aplicativo “Y-Connect”, e este é o único diferencial que distingue as duas variantes disponíveis da FZ-X.

Com o aplicativo Y-Connect, o piloto pode verificar as notificações de seu smartphone, visualizar recomendações de manutenção, rastrear a localização do estacionamento anterior, pesquisar o consumo de combustível, receber notificações de mau funcionamento e também acessar o “painel de rotação” que mostra as rotações do motor, quantidade de abertura do acelerador e taxa de aceleração, tudo através de seu telefone celular.

Não há mudanças no motor em relação à geração anterior, além do novo silenciador de escapamento que agora adota um visual de acordo com o novo modelo. O motor é o conhecido monocilíndrico Blue Core de 149 cm³, refrigerado a ar, SOHC de 2 válvulas e alimentado por injeção eletrônica, capaz de entregar uma potência máxima de 12,4 cv a 7.250 rpm e um torque de 1,4 kgf.m a 5.500 rpm, associado ao câmbio de 5 velocidades.

Mantendo a mesma distância entre eixos de 1.330 mm da geração anterior, a nova FZ-X é mais larga e mais alta, com uma nova ergonomia que garante um manuseio descontraído e ágil , graças ao peso de 139 kg totalmente abastecida e pronta para rodar.

As rodas de liga leve de alumínio com 17 polegadas são calçadas com pneus de perfil esportivo no tamanho 100/80 na dianteira e 140/60 na traseira. Para os trabalhos de suspensão, a Yamaha FZ-X mantém o garfo dianteiro convencional e o monoamortecedor ajustável na pré-carga da mola em sete posições. O sistema de freios mantém o disco dianteiro de 282 mm  com ABS e o traseiro de 220 mm sem o auxílio eletrônico.

Acompanhe a MOTOCICLISMO também pelas mídias sociais!
– 
Instagram – Facebook – YouTube – Twitter

A nova FZ-X da Yamaha representa a opção neo-retrô de menor cilindrada do mercado, e com a grande aceitação por esse tipo de motos na categoria das pequenas médias entre 300 e 400 cilindradas, a marca dos três diapasões espera que a elegante FZ-X encontre seu público imediatamente e force os demais fabricantes a lançar modelos semelhantes. E você, acha que a onda neo-retrô de pequena cilindrada iria bem no Brasil? Deixem seus comentários.

Deixe seu Comentário

Conteúdo Recomendado

Comentários

[Fancy_Facebook_Comments_Pro language="pt_BR"]