TVS
Notícias

TVS avança nos trabalhos de scooter movido a hidrogênio

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 03/10/2022
  • Por: Redação

Sabia que os modelos BMW G 310 são fabricados pela TVS na Índia? Além disso, a indiana TVS também assumiu a marca inglesa de motos Norton. Porém, a grande aposta do fabricante no momento é o desenvolvimento de um scooter movido a hidrogênio.

Nesse sentido, e pensando em uma solução para a questão dos combustíveis fósseis, o scooter elétrico iQube, da TVS, já pode ser encomendado na Índia. As entregas da versão iQube ST, que rodará a velocidades superiores a 80 km/h e terá autonomia de até 145 quilômetros estavam programadas para o início deste ano. Houve um pequeno atraso nessa condição, mas agora as vendas já estão em andamento.

TVS em cena

O próximo passo da TVS será uma versão de hidrogênio que está sendo desenvolvida atualmente. A grande vantagem desta tecnologia é que o hidrogénio é reabastecido em poucos minutos, como já acontece com a gasolina, o que significa que as baterias não precisam ser carregadas durante horas.

Dessa forma, um arranjo aparentemente simples dos componentes pode ser visto em um desenho da patente registrada. São dois depósitos para as pilhas de hidrogénio, os quais estão sob o guidão, cobertos por um revestimento de plástico, e a célula de combustível ficaria mais horizontal, debaixo do banco.

Mais detalhes

Há também uma pequena bateria eletrônica inserida com a finalidade de amortecer a eletricidade gerada, bem como um motor elétrico próximo à roda traseira. As especificações de desenvolvimento estão em andamento, mas o maior problema é que é necessário criar uma rede de postos de abastecimento para o hidrogénio.

Acompanhe a MOTOCICLISMO também pelas mídias sociais!
– Instagram – Facebook – YouTube – Twitter

Além disso, deve ser esclarecido como o hidrogênio é gerado, se é uma solução “verde”, ou seja, sustentável, que não apenas reduz as emissões de CO2 localmente, mas também pode ser convincente em uma análise geral.

Nada foi confirmado oficialmente ainda, mas o fornecedor alemão Bosch também pode estar envolvido neste processo. É esperar para vermos os próximos acontecimentos.

E você, o que achou desta novidade? Escreva sua mensagem pra gente nos comentários!

  • TVS
Deixe seu Comentário

Conteúdo Recomendado

Comentários

[Fancy_Facebook_Comments_Pro language="pt_BR"]