Card image
Notícias
Suzuki pode trazer de volta a DR Big em 2020

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 06/02/2019
  • Atualizado: 06/02/2019 às 12:27
  • Por: Carlos Bazela

Nesta semana surgiu um novo rumor no Planeta Moto para aumentar a ansiedade dos amantes das maxitrail aventureiras. O site espanhol Trailriders diz que fontes ligadas à Suzuki afirmaram que a marca japonesa está trabalhando para trazer de volta ao mercado a famosa DR Big no ano que vem.

Segundo o veículo europeu, a nova moto está sendo desenvolvida a partir da plataforma da V-Strom 1000 e deverá utilizar, inclusive, o mesmo propulsor de dois cilindros em “V” de 1.037 cm³, já que um monocilíndrico de 800 cm³, como era antes, dificilmente cumpriria a atual legislação ambiental. Outras mudanças incluiriam um chassi reforçado e possivelmente mais leve, além de suspensões de curso mais longo para favorecer as incursões off-road.

Veja também:
Yamaha finalmente lança Ténéré 700 no EICMA 2018
KTM revela preços da 790 Adventure na Espanha
Suzuki revela nova Katana no Intermot

Olhando pelo ponto de vista do mercado, uma moto com o apelo da antiga DR 800 Big faria sentido. Afinal, dois dos principais lançamentos do último EICMA, o Salão de Milão, foram a Yamaha Ténéré 700 e a KTM 790 Adventure, duas maxitrail peso médio com visual inspirado nos modelos que competem no Rally Dakar e aptas para entregar desempenho e diversão fora do asfalto. Exatamente a proposta da Big quando veio ao mercado, no final da década de 1980.

Os rumores ainda falam que a nova versão da moto que consolidou o para-lama alto estilo “bico de pato” traria também bastante eletrônica, como controle de tração, modos de pilotagem e uma IMU supervisionando tudo. Mas, isso pode não ser uma obrigação, já que o modelo da Yamaha – que ainda não chegou ao mercado europeu – é relativamente cru nesse sentido.

Hoje, a Suzuki oferece – inclusive no Brasil – uma versão XT da V-Strom 1000 com rodas raiadas ao invés da liga leve da versão standard, mas a proposta é mais conforto para viajar do que um off-road mais intenso. Se o plano da Suzuki for esse mesmo, deveremos ter novidades no decorrer do ano e a moto com certeza estará exposta em novembro no salão italiano de Milão. Já estamos na torcida desde já.