Card image
Notícias
Kawasaki Ninja 400 já está à venda nos EUA

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 15/03/2018
  • Atualizado: 15/03/2018 às 11:03
  • Por: Carlos Bazela

Kawasaki, Ninja, Ninja 400, motos, esportiva, Ninjinha, Ninja 300, Tokyo Motor Show, Salão Duas Rodas, Brasil, EUA, Estados Unidos, lançamento, preço, Motociclismo, Motociclismo Online, Revista MotociclismoA Kawasaki Ninja 400, revelada ano passado no Tokyo Motor Show e já confirmada para o Brasil pela Casa de Akashi no último Salão Duas Rodas, aportou primeiro – como de costume – no mercado norte-americano. Nos Estados Unidos, a moto sucessora da Ninja 300 está disponível nas versões com ou sem freios ABS e os preços variam de acordo com a cor.

A moto azul, sem ABS, sai por 4 999 dólares, o que corresponde em conversão direta a cerca de R$ 16 300, enquanto a opção cinza e amarela, que vem apenas na versão com o freio antitravamento, é vendida por 5 299 dólares (R$ 17 280). Há ainda a cor preta, disponível nas duas versões, e a verde, a mais conhecida, que é comercializada por 5 499 dólares (quase R$ 18 mil), por conta do ABS e da roupagem alusiva ao time da marca no Mundial de Superbike.

Por enquanto, não podemos afirmar quais opções de cores a Kawasaki irá comercializar no Brasil, mas aqui na MOTOCICLISMO, apostamos que a verde – exposta no Salão de São Paulo – será vendida como uma SE (Special Edition) por um preço maior, com a preta e a azul como opções de valor um pouco menor. Vale lembrar também que a partir de 2019, segundo resolução do Contran publicada em 2014, todas as motos com mais de 300 cm³ deverão sair de fábrica com freios ABS. Hoje, a Ninja 300 é vendida aqui nas versões com e sem os freios antitravamento por R$ 22 990 e R$ 19 990, respectivamente.

No design, a Kawasaki Ninja 400 traz referências dos modelos maiores da Casa de Akashi, como a Ninja 650 e a Ninja ZX-10R e vem equipada com motor de dois cilindros paralelos e 399 cm³ arrefecido a líquido, construído para oferecer bom desempenho em todas as faixas de giro e garantir comportamento amigável a pilotos experientes e novatos. Também está presente a nova geração do sistema de embreagem deslizante, com engates mais leves e um quadro treliçado em aço, para deixar a moto mais ágil.

Kawasaki, Ninja, Ninja 400, motos, esportiva, Ninjinha, Ninja 300, Tokyo Motor Show, Salão Duas Rodas, Brasil, EUA, Estados Unidos, lançamento, preço, Motociclismo, Motociclismo Online, Revista MotociclismoO painel também mudou e agora está mais condizente com uma esportiva, trazendo um conta-giros analógico no centro, ladeado pelas luzes espias e um mostrador digital de fundo escuro e informações em branco, mais moderno e que melhora a visualização da velocidade e da marcha engatada. O disco de freio dianteiro é de 310 mm de diâmetro, enquanto a roda traseira conta com um de 220 mm. O peso da moto em ordem de marcha é de 169 kg.

Já no quesito desempenho, a nova Ninja 400 deve agradar em cheio os fãs da linhagem. A potência máxima é de 45 cv a 10.000 rpm enquanto o torque máximo de 3,9 kgf.m está disponível já nos 8.000 giros. Agora é só esperar ela chegar.