grom-5-motociclismoonline
Notícias

Honda MSX125 Grom ganha nova geração; iria bem no Brasil?

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 18/03/2021
  • Por: Alexandre Nogueira

A Honda MSX125 Grom chega em sua terceira geração em 2021, ganhando um visual completamente novo e, finalmente, adotando o nome “Grom” que tem sido usado no Japão e nos Estados Unidos desde o seu lançamento.

Focado na diversão pura e simples, ao invés de praticidade ou desempenho, o apelo do pequeno Grom vem de sua frivolidade pura, e a receita é certamente um sucesso, afinal, após seis anos de seu lançamento, o pequeno Grom já vendeu mais de 700.000 unidades mundo afora, e segue como sucessor espiritual do Honda Monkey original dos anos 1970.

Honda MSX125 Grom: terceira geração chega ainda mais divertida (Divulgação)

Veja também:
MotoGP: as cores das motos para temporada 2021
Ducati lança edição especial Scrambler Desert Sled Fasthouse
Yamaha NMax 160 ABS, ainda mais veloz e econômico

O chassi manteve-se inalterado para 2021, mas agora o Grom carrega um novo estilo e um novo motor de 125 cm³, refrigerado a ar.

Honda MSX125 Grom: versão também com ABS (Divulgação)

Embora o Grom ainda seja instantaneamente reconhecível pelas suas proporções únicas e cores brilhantes, o body kit do modelo 2021 é totalmente novo. O assento agora é plano para uma silhueta mais retrô, o tanque e os painéis laterais, que anteriormente tinham inspiração esportiva, agora seguem o conceito Bulldog da Honda de 2015. O tanque parece inalterado, embora a capacidade tenha aumentado para 6 litros no modelo 2021, apenas 500 ml a mais do que a versão anterior.

Seis parafusos são bem aparentes e destacados em cada lado da moto, e esses parafusos são tudo o que mantém os painéis no lugar, pois a ideia da Honda é que os pilotos possam personalizar suas motos trocando facilmente os painéis.

Honda MSX125 Grom: mais de 700.000 unidades vendidas no mundo (Divulgação)

Embora o motor pareça o mesmo da geração anterior, na verdade ele apresenta um novo design e já é compatível com o Euro5. Uma nova configuração de diâmetro e curso do pistão – 50 mm x 63,1 mm em vez de 52,4 mm x 57,9 mm – entrega melhor o torque em baixas rotações. O pico de potência e torque são 9,7 cv a 7.250 rpm e 1,07 kgf.m a 5.500 rpm, mas o novo motor recebe uma quinta marcha para alcançar maiores velocidades de cruzeiro com rotação mais baixa. A velocidade máxima sobe de 85 km/h para 95 km/h.

Honda MSX125 Grom: diversão é a palavra de ordem (Divulgação)

O chassi backbone, com garfo invertido de 31mm, balança de aço e monochoque, é basicamente inalterado, assim como as rodas e os pneus – 120/70-12 na frente e 130/70-12 atrás. As rodas em si são novas, com cinco palitos que parecem se inspirar no conceito Bulldog de 2015. A altura em relação ao solo aumentou 20 mm e o peso total ficou 1,3 kg acima da versão anterior, mas chega a apenas 103 kg.

Acompanhe a MOTOCICLISMO também pelas redes sociais!
– Instagram – Facebook – YouTube – Twitter

A nova geração do Grom chega aos revendedores norte-americanos nas versões sem ABS, por US$ 3.399, e com ABS, por US$ 3.499.

Honda MSX125 Grom: grafismo exclusivo americano (Divulgação)

E você acha que uma pequena fun bike como a Honda MSX 125 Grom daria certo no Brasil? Ele seria mais uma opção dentre as pequenas on/off urbanas e brigaria de frente com o novo membro da casa, o ADV, scooter de apelo aventureiro que já é sucesso de vendas no Brasil e tem atraído os olhares de motociclistas de todas as idades.

Honda MSX125 Grom: facilmente personalizável (Divulgação)

O ADV 150 é bem legal, mas eu prefiro um Grom azul! E vocês?

Deixe seu Comentário

Conteúdo Recomendado

Comentários

[Fancy_Facebook_Comments_Pro language="pt_BR"]