23YM HONDA TRANSALP
Notícias

Honda leva ao EICMA nova Transalp, scrambler e scooter elétrico

6 Minutos de leitura

  • Publicado: 08/11/2022
  • Por: Willian Teixeira

A Honda aproveitou o EICMA, em Milão, para revelar alguns modelos que foram dando o que falar ao longo do ano de 2022. A marca da asa removeu os véus da nova XL750 Transalp, da scrambler CL500 e do scooter elétrico EM1 e, o primeiro modelo do segmento que a marca leva ao mercado europeu.

Além destes, também há mostradas novidades para outros modelos, como a reformulação visual da família Forza, a nova versão touring da Rebel e mais opções de cores para a pequenina MSX125 Grom. Nas próximas linhas você confere o que a Honda levou de novidades para o Salão de Milão 2022:

Honda XL750 Transalp

O regresso da Transalp era tão aguardado quanto o da nova Hornet, modelo mostrado no INTERMOT e que marcou a estreia do novo motor bicilíndrico de 755 cm³ que também equipa a aventureira da Honda. Segundo a marca, ela herda o espírito de sua antecessora, e foi concebida para deixar o piloto à vontade em qualquer situação, seja no uso urbano, nas viagens em estradas e até mesmo fora delas. 

Como falamos inicialmente, a missão de movê-la fica a cargo do novo bicilíndrico de 755 cm³ da Honda, usina que oferece 92 cv de potência a 9.500 rpm e 7,6 kgf.m de torque em 7.250 giros, combinando boa entrega de potência em altas rotações com torque substancial em baixas e médias rotações, sempre acompanhado pelo som forte produzido graças ao virabrequim posicionado a 270° e ao novo sistema de escape. 

Os sistemas eletrônicos que auxiliam na pilotagem operam por meio do acelerador eletrônico Throttle By Wire (TBW), e permitem ao condutor escolher entre 5 modos de condução para selecionar a sua combinação favorita de potência do motor, freio-motor e sistema de tração com função anti-wheelie integrada. 

O novo motor da XL750 Transalp está alojado em um quadro leve do tipo diamond, que confere à moto uma maneabilidade leve e ágil em qualquer situação. Suas suspensões são assinadas pela Showa, com garfo dianteiro invertido de 43 mm de diâmetro e amortecedor traseiro Pro-Link. As rodas raiadas são de 21 polegadas na frente e 18 atrás, calçadas com pneus Metzeler Karoo Street ou Dunlop Mixtour nas medidas 90/90 e 150/70.

Completam o pacote da nova Transalp um painel TFT colorido de 5 polegadas para gerenciar todas as informações da moto, além de conectividade com smartphones por Bluetooth, iluminação Full-LED e sistema ESS, que aciona os piscas em frenagens de emergência 

Honda EM1 e

Com lançamento previsto para o verão de 2023, o EM1 e é o primeiro modelo elétrico da Honda para a Europa. Ele foi revelado algumas semanas após o anúncio dos planos da marca em lançar pelo menos 10 modelos elétricos no mundo inteiro até 2025, visando zerar as emissões de carbono até 2040.

Segundo a Honda, a sigla EM, que em inglês significa Electric Moped (Ciclomotor Elétrico na tradução para o português) vai batizar um modelo destinado ao público jovem, que busca mais facilidade e diversão na mobilidade urbana.

Trata-se de um modelo compacto, com assoalho plano e de fácil pilotagem. O EM1 e está equipado com baterias modulares Honda Mobile Power Pack, que permitem ao usuário rodar mais de 40 km com uma única carga. Além disso, ela pode ser removida com facilidade do scooter, para ser carregada em casa ou no trabalho.

Honda CL500

O modelo chega para expandir a família 500 da Honda, que agora passa a contar com uma opção scrambler no exterior. Com visual inspirado nas CL das décadas de 1960 e 1970, a CL500 é movida pelo motor bicilíndrico de 471 cm³, o mesmo que equipa Rebel e a família CB 500, usina que na Europa entrega 48 cv de potência máxima e 4,4 kgf.m de torque. Segundo a Honda, as configurações exclusivas da ECU e a relação final curta conferem acelerações fortes para a CL500. Sua transmissão é de seis velocidades, e trabalha em conjunto com uma embreagem assistida e deslizante.

A linha de design da CL500 é rica em formas clássicas e arredondadas, estas presentes no tanque de combustível, nas luzes e no escape, com silenciador posicionado para cima e proteção térmica perfurada em aço inoxidável. Seu quadro em treliça de aço lhe confere uma ciclística de fácil manobrabilidade.

A CL500 possui suspensões de curso alongado, com garfo telescópico de 41 mm na dianteira e amortecedores traseiros ajustáveis, enquanto suas rodas de 19 polegadas à frente e 17 atrás são calçadas com pneus de uso misto.

23YM CL500

LEIA MAIS:
Yamaha R125 2023, uma pequena disfarçada de R1
Suzuki GSX-R 1000 será descontinuada
Nova Royal Enfield Scrambler 650 é flagrada em testes na Índia

A Honda CL500 chega nas cores azul, laranja, preta e verde, e dispõe de uma alta variedade de acessórios para customização, visando atender todo tipo de motociclista.

CMX1100T Rebel

A CMX1100 Rebel agora tem uma versão pronta para agradar os motociclistas que não deixam as estradas. Na linha 2023 estreia CMX1100T Rebel, variante concebida para oferecer conforto e funcionalidade extras para dias mais longos na estrada – tanto que o T que ela ostenta em seu nome é de Touring. 

Entre seus diferenciais estão a nova carenagem frontal e o para-brisas, componentes que protegem o motociclista do vento durante as viagens. Outro ponto alto fica por conta dos alforges rígidos de série. Eles oferecem uma capacidade total de 35 litros e se encaixam perfeitamente na lateral da moto, casando muito bem com seu visual.

A motorização segue a mesma da versão padrão, ou seja, a CMX1100T Rebel também é movida por um motor bicilíndrico de 1.084 cm³ derivado do que a Honda emprega na Africa Twin, propulsor que rende 87 cv de potência máxima em 7.000 rpm e 9.9 kgf.m de torque a 4.750 giros

Forza 125 e Forza 350

Para a gama de scooters Forza, a Honda trouxe ao mercado europeu as mesmas atualizações que foram adotadas recentemente na Tailândia. Ou seja, tanto Forza 125 quanto Forza 350 vão receber um novo visual, com farol dianteiro em LED redesenhado e painel de instrumentos que combina mostradores analógicos e digitais.

De série, as duas versões trazem controle de tração HSTC, para-brisas de regulação elétrica, tomada USB Tipo C, espaço debaixo do banco para dois capacetes integrais, iluminação completa por LEDs e operação Smart Key. 

Acompanhe a MOTOCICLISMO também pelas mídias sociais!
– Instagram – Facebook – YouTube – Twitter

O Forza 125 também terá uma versão Special Edition, com acabamento mais refinado, composto por costuras em vermelho no banco, molduras nos instrumentos e logotipos especiais, tudo isso colocado sob um esquema de cores em cinza metálico, apoios para os pés escurecidos e rodas vermelhas.

MSX125 Grom

A pequenina moto urbana da Honda também acompanha outros modelos da marca da asa e recebe apenas novas cores para a linha 2023. Agora ela pode ser encomendada nas pinturas azul splendid e cinza metálico, sendo que nesta última opção ela traz grafismos diferenciados que estampam o nome da moto.

Deixe seu Comentário

Conteúdo Recomendado

Comentários

[Fancy_Facebook_Comments_Pro language="pt_BR"]