Jaqueta-American-Sky-6
Especiais

Visão da Indústria: o impacto dos impostos nos equipamentos de segurança

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 03/12/2023
  • Atualizado: 22/11/2023 às 18:00
  • Por: Redação

A coluna Visão da Indústria está no ar! Já mencionei algumas vezes aqui na minha coluna que o impacto de um motociclista acidentado para a sociedade é muito alto. Especialmente se analisarmos que os acidentados são predominantemente jovens, o impacto aumenta ainda mais, pois o acidente pode ceifar o jovem da vida social e do trabalho.

A carga tributária brasileira é das mais pesadas. Em todos os âmbitos, federal, estadual e municipal, os altos tributos nos equipamentos de segurança para motociclistas os tornam mais caros, dificultando o acesso e comprometendo a segurança dos motociclistas.

Nenhum motociclista está livre de um acidente, condições adversas podem acontecer e sabemos que o motociclista está muito mais exposto caso sofra uma queda ou acidente e que os equipamentos de segurança são fundamentais para sua proteção, especialmente nas partes vitais do corpo.

Capacete com airbag

LEIA MAIS:

Visão da Indústria de olho na proteção do motociclista

Sem dúvida o capacete é o equipamento mais importante na pilotagem, pois protege a cabeça contra os possíveis impactos. Outros equipamentos de segurança, tais como luvas, botas, jaquetas e calças, são igualmente importantes, pois também protegem as demais partes do corpo do motociclista em caso de quedas.

Temos trabalhado incansavelmente, junto às frentes parlamentares municipal, estadual e federal, pela redução dos impostos e da carga tributária nos equipamentos de segurança para que estes se tornem mais acessíveis e que isso sirva como o início para mudar a realidade dos acidentes no Brasil.

Siga a MOTOCICLISMO nas redes:
Instagram | Facebook | Youtube 
Twitter | GoogleNews

Finalizando

Temos que nos preocupar com a segurança dos motociclistas em diversos níveis. É imperativa a adoção de medidas concretas para reduzir os índices de mortalidade em acidentes com motocicletas, e uma delas é fazer com que os motociclistas tenham acesso a equipamentos de qualidade e tecnologia superiores, a fim de aumentar sua segurança e conforto.

Com essa medida o estado ou a União não deixam de arrecadar, pois a economia estará na redução de custos com os leitos hospitalares e mais ainda nas possíveis sequelas nos motociclistas.

Vamos em frente, lutando pela segurança dos motociclistas!

Orlando Cesar Leone é Presidente da ANFAMOTO – Associação Nacional dos Fabricantes e Atacadistas de Motopeças
**A opinião dos colunistas não reflete necessariamente a opinião da revista.

Deixe seu Comentário

Conteúdo Recomendado

Comentários

[Fancy_Facebook_Comments_Pro language="pt_BR"]