Tiger 1200
Especiais

10 anos de Triumph no Brasil: veja motos que marcaram história

7 Minutos de leitura

  • Publicado: 23/11/2022
  • Por: Redação

Em novembro de 2022 a Triumph comemora 10 anos do início de suas operações no Brasil. Na época em que estreou por aqui, mais precisamente no ano de 2012, a montadora inglesa já tinha 110 anos de história mundo afora, mas era uma ilustre desconhecida do grande público do país – exceto dos brasileiros viciados em motocicletas, obviamente.

No ano de sua chegada, a marca investiu em uma fábrica própria em Manaus (AM), onde opera em sistema de CKD, montando as motocicletas Triumph vendidas no país. Inaugurada em 1º de outubro de 2012, a unidade estreou produzindo os modelos Bonneville T100, Speed Triple e Tiger 800XC. Atualmente sua capacidade produtiva está em torno de 8 mil motocicletas por ano.

10 anos de Triumph no Brasil: modelos que marcam essa história

De lá para cá a subsidiária brasileira da marca conta com 22 concessionárias espalhadas pelo país, disponibilizando motocicletas que representam os seus três pilares de produtos: clássicas, aventureiras e roadsters. Falando nelas, vamos relembrar alguns dos modelos de maior sucesso em nossas terras.

Tiger 800

Apresentada por aqui em 2012 na versão 800XC, ela é uma das referências na categoria maxitrail e não tardou a cair no gosto do consumidor brasileiro. As Tiger 800 utilizavam um motor de 800 cm³ com três cilindros em linha DOHC arrefecido a líquido, usina que entregava 95 cv a 9.250 rpm e 7.95 kgf.m a 7.850 rpm. 

10 anos de Triumph no Brasil: modelos que marcam essa história

Com o passar dos anos o país foi recebendo outras configurações e modernizações da moto, tanto em eletrônica quanto na ciclística, com a última delas sendo disponibilizada em 2018. Naquele ano, a Tiger 800 foi totalmente remodelada, ganhando seis versões (XRx, XRx LOW, XRT, XCx e XCA)  e mais de 200 inovações, tanto no quadro quanto no motor. Essa geração permaneceu em linha até a chegada da Tiger 900, em 2020.

Triumph Bonneville T100

Mais uma das participantes da estreia da Triumph no Brasil, ela compõe a gama de clássicas da Casa de Hinckley. Trata-se de uma moto com visual idêntico ao de um icônico modelo de sucesso dos anos 1950 e 1960 que traz sob sua estrutura um motor de dois cilindros de 85 cm³ refrigerado a ar com injeção eletrônica e que entrega 66 cv de potência. 

Triumph, Moto de Ouro, Categoria Clássicas, Street Scrambler, motos, naked, retrô, prêmio, Scrambler 1200, Royal Enfield, Bonneville Speedmaster, Classic 500, Harley-Davidson, Roadster, naked, off-road, clássica moderna. Bonneville T100 Black, T100, Bonneville T100

Ela foi a primeira das clássicas da marca a ser comercializada no mercado brasileiro, antes mesmo do segmento virar febre mundo afora, e levou a Triumph a investir em mais neste nicho. Tanto que na sequência despontaram Bonneville T120 Black, Street Twin, entre outras que vieram logo depois. E essa família deve crescer ainda mais nos próximos meses, pois está prevista a estreia da Speedmaster no Brasil

Daytona 675

A superesportiva começou a ser vendida por aqui em 2013 na versão R, mas a variante de entrada, Daytona 675, chegou em março do ano seguinte como opção mais simples e acessível. 

10 anos de Triumph no Brasil: modelos que marcam essa história

Entre os pontos altos da Triumph Daytona 675 temos a mescla do competente motor de três cilindros com 128 cv de potência aliada a um chassi com boa distribuição de peso, na faixa dos 180 kg. Estes atributos a consolidaram por aqui como uma motocicleta muito boa para utilização em track days. Já nas pistas mundo afora, ela ganhou centenas de corridas e muitos títulos.

LEIA MAIS:
MV Agusta está de volta ao Brasil! Veja com quais modelos
Suzuki comemora 30 anos de operações no Brasil
BMW S 1000 RR M Carbon: cada vez mais perfeita para as pistas

Triumph Rocket 3 R

A musculosa motocicleta inglesa fez sua primeira aparição no Brasil em 2013 durante o Salão Duas Rodas, mas sua chegada ao mercado brasileiro se concretizou apenas em 2020. Entre os atributos que tornam a Rocket 3 R única temos o motor de 2.500 cm³ que rende insanos 167 cv de potência e 22,5 kgf.m de torque – o maior torque oferecido por uma moto em série do mundo. 

O modelo ainda traz itens de alta especificação que visam proporcionar mais segurança e facilidade na pilotagem. Nela o usuário encontrará acelerador Ride By Wire, freios e suspensões com componentes premium e o belíssimo farol dianteiro duplo em LED, que junto da enorme roda traseira, marcam o visual da musculosa moto da Triumph 

Street Triple 765

Ela está entre nós desde 2017, mas o sucesso veio quando a Triumph trouxe ao país sua primeira reformulação tecnológica, que desembarcou por aqui em 2020. A nova Street Triple RS é uma roadster ágil, divertida, leve e rápida, graças ao motor de três cilindros de 765 cm³, usina que atinge um pico de torque em 8 kgf.m e 9.350 rpm e potência máxima de 123 cv a 11.750 giros.

10 anos de Triumph no Brasil: modelos que marcam essa história

Este motor traz a tecnologia utilizada pela marca inglesa na Moto2, categoria do Mundial de Motovelocidade que tem a Triumph como única fornecedora de motores desde 2019. Para 2023, a nova geração deve despontar por aqui. Segundo os engenheiros ingleses, ela é uma das motos mais equilibradas de todos os tempos, trazendo um novo ponto de referência ao seu segmento. 

Triumph Tiger 900

Ela é a sucessora de um dos best sellers da Triumph – tanto que o Brasil é um dos maiores consumidores da linha Tiger. A partir de 2020 ela foi reprojetada e ganhou a versão 900, mais esguia, leve e com um novo motor triplo de 900 cm³ com respostas mais imediatas, entregando 95 cv de potência máxima a 8.750 rpm e 8,8 kgf.m de torque a 7.250 giros.

Triumph apresenta Tiger 900 no Brasil nesta quarta-feira

O modelo também é equipado com um pacote de tecnologias de pilotagem de última geração, como novos instrumentos TFT de sete polegadas líderes da categoria, Sistema de Conectividade My Triumph (conectado ao celular do piloto, permite atender chamadas telefônicas, selecionar músicas no celular, navegar passo a passo pelo Google e ainda controlar a câmera GoPro), novo sistema de freios ABS otimizado para curvas e controle de tração seis modos de pilotagem, iluminação inteira em LED, sistema de Auxílio de Troca de marcha Triumph (TSA), entre outras sofisticações de conforto e segurança.

Acompanhe a MOTOCICLISMO também pelas mídias sociais!
– Instagram – Facebook – YouTube – Twitter

Tiger 1200

A primeira Tiger 1200 foi lançada no Brasil em 2014, e recentemente passou por uma reformulação total, nos moldes da adotada pela versão 900. Neste sentido, ela ficou leve (15 kg a menos em relação a geração anterior) e potente , com pilotagem e especificações dignas de uma moto líder da categoria maxitrail. 

Uma das evoluções está no novo motor triplo T-Plane, usina totalmente revisada, e que agora entrega 150 cv a 9.000 rpm e 13,2 kgf.m a 7.000 rpm. Ela tem a capacidade de redução de marchas de um motor de dois cilindros, tornando o modelo ótimo para o uso off-road, combinada com os benefícios de desempenho de um motor triplo na potência máxima, o que torna a Tiger 1200 ainda melhor nas estradas, onde os pilotos passam a maior parte do tempo.

Completam o pacote freios e suspensões com componentes de alta especificação, além de assistências eletrônicas gerenciadas por uma IMU avançada, sempre visando proporcionar ao motociclista as melhores configurações para todas as condições de pilotagem.

Temos fãs das motocicletas Triumph por aqui? Sentiram falta de algum modelo lendário da marca nesta lista? Manifestem-se nos comentários!

Deixe seu Comentário

Conteúdo Recomendado

Comentários

[Fancy_Facebook_Comments_Pro language="pt_BR"]