Card image
Competições
Lorenzo vence na Áustria e fica mais perto do topo

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 13/08/2018
  • Atualizado: 13/08/2018 às 13:10
  • Por: Carlos Bazela

MotoGP, Mundial de Motovelocidade, motos, motovelocidade, competições, Suzuki, Suzuki Ecstar, Montmeló, Catalunha, Espanha, Américas, Aprilia, GSX-RR, Andrea Iannone, Jorge Lorenzo, Honda, Ducati, Yamaha, Movistar, Repsol, Pramac, Avintia, motociclismo, Motociclismo Online, Revista Motociclismo, Tito Rabat, Cal Crutchlow, Valentino Rossi, Hafizh Syahrin, Johann Zarco, Danilo Petrucci, Dani Pedrosa, Maverick Viñales, Assen, corrida, Holanda, liderança, Áustria, Spielberg, Brno, República, Checa, Grã-Bretanha, SilverstoneJorge Lorenzo da Ducati foi o vencedor do Grande Prêmio da Áustria de MotoGP, que aconteceu no último domingo, dia 12 de agosto, em Spielberg. O piloto espanhol, assim como no GP da República Checa, em Brno, dividiu mais uma vez o pódio com seu companheiro de equipe, Andrea Dovizioso e com Marc Marquez, com quem dividirá o box da Repsol Honda no ano que vem. Contudo, a ordem de chegada da tríade desta vez foi um pouco diferente, com Dovi em terceiro e Marquez em segundo. Com a vitória, Jorge Lorenzo sobe para terceiro na classificação geral e fica a apenas 12 pontos do segundo colocado, ninguém menos do que Valentino Rossi, da Movistar Yamaha.

Veja Também:
– Brasileiro Eric Granado está fora da equipe Forward de Moto2
– MotoGP: Brno tem dobradinha da Ducati e 6000 pontos de Rossi
– Jorge Lorenzo é o novo piloto da Honda na MotoGP

“Foi uma corrida incrível, talvez uma das melhores da minha carreira, simplesmente espetacular! Ganhar com a Ducati neste circuito, onde nunca tinha ganho antes, depois de uma batalha de proximidade com o Marquez, tem um sabor realmente especial. Antes da corrida eu tinha pensado sobre qual estratégia usar, e eu decidi fazer como Brno, administrar bem o pneu e depois atacar na parte final da corrida, especialmente porque eu era um dos poucos pilotos que tinham escolhido pneus de composto macio e meu estilo de pilotagem me permitiram conservá-los até o final”, disse o piloto, que apostou na potência da moto para vencer.

“Quando me vi lutando contra Marquez, sabia que seria difícil ultrapassá-lo, então decidi improvisar fazendo o melhor uso da aceleração da Desmosedici GP e funcionou perfeitamente. Agora estamos em terceiro na classificação do campeonato, mas acima de tudo estou orgulhoso e muito satisfeito com a maneira como estamos trabalhando. Agora vamos aproveitar esse momento com toda a equipe e também estou muito feliz por eles”, finalizou.

Já Marquez, comemorou os pontos ganhos e o fato de estar no pódio. “Até agora conseguimos chegar lá, sempre no pódio, e isso é a coisa mais importante. Estamos felizes com esse resultado e isso é a coisa mais importante”, comentou o piloto da Honda. O Mundial de Motovelocidade segue agora para sua décima segunda etapa, o GP da Grã-Bretanha, que acontece no circuito de Silverstone, no fim de semana de 26 de agosto.

Veja como ficou a classificação geral da MotoGP:

Marc Márquez – Repsol Honda / 201 pontos

Valentino Rossi – Movistar Yamaha/ 142 pontos

Jorge Lorenzo – Ducati / 130 pontos

Andrea Dovizioso – Ducati / 129 pontos

Maverick Viñales – Movistar Yamaha/ 113 pontos

Danilo Petrucci – Ducati Pramac (satélite) / 105 pontos

Johann Zarco – Yamaha Tech 3 (satélite) / 104 pontos

Cal Crutchlow – LCR Honda (satélite) / 103 pontos

Andrea Iannone – Suzuki Ecstar / 84 pontos

Alex Rins – Suzuki Ecstar / 66 pontos

Fotos: Ducati e Repsol Honda