Card image
Competições
Dani Pedrosa anuncia aposentadoria na Alemanha

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 12/07/2018
  • Atualizado: 23/07/2018 às 19:03
  • Por: Carlos Bazela

MotoGP, aposentadoria, Mundial de Motovelocidade, motos, motovelocidade, competições, Suzuki, Suzuki Ecstar, Montmeló, Catalunha, Espanha, Américas, Aprilia, GSX-RR, Andrea Iannone, Jorge Lorenzo, Honda, Ducati, Yamaha, Movistar, Repsol, Pramac, Avintia, motociclismo, Motociclismo Online, Revista Motociclismo, Tito Rabat, Cal Crutchlow, Valentino Rossi, Hafizh Syahrin, Johann Zarco, Danilo Petrucci, Dani Pedrosa, Maverick Viñales, Assen, corrida, Holanda, liderança, Alemanha, Sachsenring, Alma Pramac, Ducati Pramac, Angel Nieto Team, Karel Abraham, Alvaro Bautista, Desmosedici GP, RC213V, RC213VO espanhol Dani Pedrosa anunciou sua aposentadoria hoje, durante coletiva de imprensa realizada na Alemanha, onde acontece a prova do autódromo de Sachsenring no próximo domingo. O piloto, que já havia informado que não renovaria contrato com a Repsol Honda para a próxima temporada, colocou um ponto final nas diversas especulações que surgiram nos últimos dias, incluindo a que iria para a nova equipe satélite da Yamaha.

“No próximo ano, não vou competir no Campeonato, terminarei minha carreira na MotoGP nesta temporada. É uma decisão que eu tenho pensado há muito tempo e é difícil, porque este é o esporte que eu amo, mas apesar de ter boas oportunidades para continuar correndo, eu sinto que não vivo as corridas com a mesma intensidade de antes e eu agora tenho prioridades diferentes na minha vida”, comentou o piloto.

Pedrosa ainda disse que realizou seu sonho de infância de se tornar piloto, que chegou mais longe do que esperava e se orgulha do que atingiu no esporte. “Eu realizei meu sonho de me tornar um piloto e isso é algo que eu não esperava quando era criança assistindo TV, assistindo os pilotos no Mundial de Motovelocidade” disse ele, aproveitando para agradecer à Dorna Sports, organizadora do campeonato e à Honda, pela qual compete desde o início de sua trajetória no Mundial.

MotoGP, aposentadoria, Mundial de Motovelocidade, motos, motovelocidade, competições, Suzuki, Suzuki Ecstar, Montmeló, Catalunha, Espanha, Américas, Aprilia, GSX-RR, Andrea Iannone, Jorge Lorenzo, Honda, Ducati, Yamaha, Movistar, Repsol, Pramac, Avintia, motociclismo, Motociclismo Online, Revista Motociclismo, Tito Rabat, Cal Crutchlow, Valentino Rossi, Hafizh Syahrin, Johann Zarco, Danilo Petrucci, Dani Pedrosa, Maverick Viñales, Assen, corrida, Holanda, liderança, Alemanha, Sachsenring, Alma Pramac, Ducati Pramac, Angel Nieto Team, Karel Abraham, Alvaro Bautista, Desmosedici GP, RC213V, RC213VGostaria de aproveitar este momento para agradecer à Dorna e à Honda por me terem proporcionado esta oportunidade em 1999, e a todos os meus patrocinadores que estiveram comigo ao longo da minha carreira. Gostaria também de agradecer à minha família e a todos os fãs que me apoiaram durante toda a minha carreira e, em geral, me ajudaram enviando muitas mensagens para que eu conseguisse superar coisas difíceis no passado”, finalizou Dani Pedrosa.

O piloto encerra sua carreira após conseguir três títulos mundiais com a marca japonesa: um nos 125 cm³ e outros dois nos 250 cm³, em 2003, 2004 e 2005, respectivamente. Com a saída dele, quem estará na Repsol Honda ao lado de Marc Márquez no ano que vem será Jorge Lorenzo, que faz atualmente sua última temporada pela Ducati.