Triumph Boneville Bobber é puro estilo à moda inglesa

Autor: Marcelo Barros


Apostando forte na diversificação da família Bonneville, a Triumph apresenta uma inédita bobber e a nova Scrambler no Brasil.

A família Bonneville parece ser a queridinha da Triumph no mundo. As clássicas são, definitivamente, a especialidade da casa de Hinckley. E assim, visando explorar cada pequeno nicho nesse segmento, a marca inglesa apresentou duas novas integrantes da família Bonnie no Brasil: a Bobber e a Street Scrambler.
Antes do lançamento na capital paulista, houve um grande evento realizado em Londres, Inglaterra — os modelos, posteriormente, foram apresentados no Salão de Milão — onde o foco foi, claro, a Bobber, que é um modelo totalmente novo.

Triumph Bobber, finalmente no Brasil

Houve até um campeonato de arrancada entre jornalistas e pilotos do mundo todo, onde o representante brasileiro conseguiu a façanha de vencer o multicampeão mundial Carl Fogarty. Causando muito frisson, a motocicleta remete fielmente aos modelos dos anos 1940. Mas de onde veio essa inspiração?

No pós-guerra, os soldados, inspirados pela experiência com as motos na batalha, retiravam tudo que era supérfluo para torná-las mais leves e rápidas. Na época tudo era feito de forma caseira, usando motos excedentes da 2ª Guerra como base, inclusive as Triumph.

Detalhe moderno na clássica Bobber. O painel divide velocímetro analógico com informações em display digital

Já na década de 1950, quando as inglesas chegaram ao mercado norte-americano, deram muita dor de cabeça aos fabricantes locais, pois os proprietários das tradicionais Harley-Davidson e Indian começaram a ficar para trás das mais leves e refinadas motos inglesas nas corridas na terra. Aliás, o termo Bobber veio de “bobbing”, que era usado em corridas de cavalos, em que os treinadores cortavam os rabos dos cavalos.

Basicamente é nesse mesmo conceito que a Bobber foi apresentada. Minimalista e descompromissada na proposta, mas utilizando a mesma tecnologia que caracteriza a renovada família Bonneville, renovada em 2016. A base da Bobber é a Bonneville T120, mas houve mudanças significativas no chassi e nas suspensões, que são exclusivas dessa nova versão.

O assento apoiado sobre um “berço” de alumínio pode ser regulado para cima e para baixo e para frente e para trás e está situado bem próximo ao chão, facilitando a pilotagem até por pilotos que não chegam a 1,70 m — além de dar um charme todo especial. As rodas de 16” na traseira e 19” na dianteira reforçam a sensação de frente alta e esquia e traseira baixa e larga. Vista por trás, os piscas embutidos na lanterna de LED dão um visual ainda mais “clean” à Bobber.

Na Bobber, espaço só para o piloto. Detalhe para o capricho do acabamento

O capricho no acabamento e visual é típico da marca. Paralamas (de metal) e tanque de combustível formam um conjunto harmonioso, enquanto a traseira, no melhor estilo hard-tail, os retrovisores nas extremidades do guidão, a caixa da bateria e a capa da injeção eletrônica que simula um clássico carburador trazem um bem resolvido aspecto “retrô”.

Aliás, essa “modern-classic”, que é a denominação que a Triumph dá à família Bonnie, não é apenas um rostinho bonito. O motor é o mesmo bicilíndrico de 1 200 cm³ da T120, com virabrequim a 270º e 80 cv de potência máxima. Possui nova caixa de filtro de ar e escapamentos em relação à Bonneville. Também conta com acelerador eletrônico, dois modos de pilotagem ABS e controle de tração. Ou seja, estilo clássico com segurança e desempenho suficiente para garantir suas doses periódicas de adrenalina!

Street Scrambler, a outra novidade da Triumph no Brasil

A Bobber chega ao Brasil por R$ 49.990. Além desta versão, outra moto que poderá incrementar a famosa família Bonneville é a Street Scrambler, baseada também na Street Twin, conta com a tradicional dupla ponteira de escapamento, roda de 19” na dianteira e mais de 150 acessórios para deixá-la com a cara do seu proprietário. A nova Scrambler será comercializada por R$ 41.990.

Deixando a Bobber ainda mais exclusiva
A Bonneville Bobber já vem bem caprichada de série, mas, como não poderia ser diferente em uma moto desse segmento, ela foi projetada pensando em customizações. Para quem quiser personalizar a moto, mas não abre mão de equipamentos originais, a Triumph oferecerá mais de 150 acessórios disponíveis para a Bobber, seja para incrementar o estilo, o conforto ou a performance.

A Triumph aposta na Bobber. É um nicho em alta, mas pouco explorado no Brasil

Entre esses itens, por exemplo, a marca oferece guidões altos ape hanger, vários tipos de assento e retrovisores de guidão específicos. Manoplas aquecidas, controle de velocidade autómatico e escapes Vance & Hines também estão entre os opcionais. Uma das novidades mais interessantes é sem dúvida a nova parceria com a FOX, que assina um kit de suspensões ajustáveis para a Bobber.


Comentários