Card image
Testes
Kymco Downtown 300i agita segmento scooter

5 Minutos de leitura

  • Publicado: 21/12/2018
  • Atualizado: 21/12/2018 as 16:03
  • Por: Carlos Bazela

Kymco, Downtown 300i, Peogle GTi 300, Dafra Citycom S 300i, Honda SH 300, scooter mobilidade, Super Dink, Honda, Dafra, Citycom S 300i, SH 300, motociclismo, Motociclismo Online, Revista Motociclismo

A Kymco, marca líder de mercado em Taiwan e também umas das três melhores em vendas de scooter na Itália, finalmente entrou oficialmente no Brasil. Por enquanto, está disponibilizando somente dois produtos, o People GTi 300 e o Downtown 300i, mas há outros scooter disponíveis em outros mercados e que, dependendo do sucesso desses dois, virão também para o mercado brasileiro. Estes estão equipados com motor monocilíndrico de 298 cm³, com arrefecimento a líquido e 29,7 cv, mas como possuem estilos distintos, atendem perfis diferentes de usuários. Resumidamente o People tem assoalho plano e rodas grandes (ambas com 16 polegadas) e o Downtown tem plataformas com tubo central (onde fica o tanque de 12,5 litros) entre as pernas, grande distância entre-eixos e rodas com 14 polegadas na dianteira e 13 polegadas na traseira.

A concessionária Nova Suzuki de Moema, de São Paulo (SP), nos presenteou com a oportunidade de testar a novidade por um dia. Desfilamos pelas ruas de São Paulo, SP, com um belo Downtown 300i cor laranja. Bonito e imponente, ele gera curiosidade de outros motociclistas nas ruas. Todos querem saber qual é a marca e quanto custa, mas, na verdade, o que mais chama a atenção é a saúde do motor nas arrancadas quando o farol abre. Pois é, além de bonito, ele é potente. Tem alma esportiva.

Kymco, Downtown 300i, Peogle GTi 300, Dafra Citycom S 300i, Honda SH 300, scooter mobilidade, Super Dink, Honda, Dafra, Citycom S 300i, SH 300, motociclismo, Motociclismo Online, Revista Motociclismo

Veja também:
Kymco SuperNEX é revolução entre as elétricas
Kymco adia lançamento do AK 550 no Brasil
Uma prova de fogo para o Honda SH 300i

A carenagem frontal é semelhante a de grandes motos esportivas. Traz farol duplo, com design puxado, bem agressivo e com direito a luzes de LED diurnas. A bolha é grande e aerodinâmica. O painel tem design esportivo e traz dois mostradores circulares analógicos para velocímetro e conta-giros e um display digital no centro, com informações básicas como temperatura do motor, quantidade de combustível, relógio e hodômetros. O banco é baixo, está somente 810 mm distante do solo, mas como o tanque de combustível fica entre as pernas do piloto e a roda traseira de 13 polegadas não é das maiores, sobra espaço para guardar dois capacetes internamente, um integral e um tipo jet. Ainda há dois porta-luvas na frente dos joelhos do piloto, o do lado esquerdo conta com tomada de 12 V. A lanterna traseira é grande e o banco reservado para o acompanhante é bem espaçoso.

Kymco, Downtown 300i, Peogle GTi 300, Dafra Citycom S 300i, Honda SH 300, scooter mobilidade, Super Dink, Honda, Dafra, Citycom S 300i, SH 300, motociclismo, Motociclismo Online, Revista Motociclismo

Nesse nosso primeiro contato com o Downtown 300i, a impressão foi de que ele tem armas mais do que suficientes para brigar com o Dafra Citycom S 300i e o Honda SH 300i. Assim que assumimos o posto de pilotagem, percebemos que a intenção dos engenheiros taiwaneses foi fazer você se sentir em uma moto confortável para viajar, e não em um scooter. O Downtown 300i não é um scooter pequeno, mas também não é um scooter gigante como o Burgman 650, por exemplo. Digamos que ele tem as medidas certas para enfrentar com maestria o trânsito da cidade e também encarar sem dificuldades as estradas.

Impossível não gostar do painel, que tem iluminação vermelha e ponteiros analógicos para velocímetro e conta-giros. Lembra o de carros esportivos. A velocidade máxima marcada no velocímetro é de 180 km/h e o conta-giros não possui faixa vermelha, sobe livre, sem oscilações até 10 000 rpm.  O guidão está em uma posição bem confortável e os espelhos retrovisores são eficientes. Os pés podem ficar embaixo, na parte plana do assoalho, ou em cima, atrás do escudo, e o espaço mostra-se bem amplo até mesmo para pilotos com mais de 1,85m.

Kymco, Downtown 300i, Peogle GTi 300, Dafra Citycom S 300i, Honda SH 300, scooter mobilidade, Super Dink, Honda, Dafra, Citycom S 300i, SH 300, motociclismo, Motociclismo Online, Revista Motociclismo

Com 29,7 cv ele é o scooter mais potente da categoria e sentimos realmente isso quando o semáforo abre. Ele sai na frente da maioria das motos e, se tiver espaço, pode atingir rapidamente 140 km/h. Não vibra e seu sistema de transmissão CVT não é dos mais ruidosos. Completamos o tanque e, mesclando cidade e um curto trecho de autoestrada, percorremos 100 km com o modelo. Nesse ritmo de teste, sempre explorando a sua força quando os semáforos abriam, ele marcou 25 km/l. Ainda bem que o tanque é grande para garantir mais de 250 km de autonomia.

Os pneus nas medidas 120/80-14 na dianteira e 150/70-13 na traseira, ao menos no seco, ofereceram boa sensação de segurança, permitindo ótima agilidade e inclinação sem que nada raspasse no solo. As bengalas dianteiras não apresentaram problemas, mas os dois amortecedores traseiros, pedem para que seja aliviada a carga da mola caso você esteja sozinho ou descarregado, pois sentimos bastante os desníveis do asfalto por meio de pancadas secas, como se o pneu estivesse com excesso de pressão.

Kymco, Downtown 300i, Peogle GTi 300, Dafra Citycom S 300i, Honda SH 300, scooter mobilidade, Super Dink, Honda, Dafra, Citycom S 300i, SH 300, motociclismo, Motociclismo Online, Revista Motociclismo

Não tem jeito, qualquer scooter com rodas pequenas acaba sendo castigado pela pavimentação precária de nossas ruas. Porém, o único detalhe realmente negativo deste modelo da Kymco é a sensibilidade ou velocidade de reação do ABS. Ele atua precocemente e endurece os manetes mesmo em frenagens normais. Mas já descobrimos que na Espanha (lá ele se chama Super Dink) há uma nova versão com 350 cm³, que vem equipada com um novo sistema de ABS assinado pela Bosch, mais evoluído. O Kymco Downtown 300i está sendo comercializado por R$ 21 624 nas cores laranja metálico, branca, cinza ou prata.

Texto: Edu Zampieri
Fotos: Gustavo Epifanio