Responsive Menu
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Ducati SuperSport S: primeiras impressões

Autor: Marcelo Barros


A convite da Ducati, tivemos na última quinta-feira (14) o primeiro contato com a Supersport S. A moto foi apresentada ao mundo em outubro de 2016, durante o Intermot, na Alemanha. Aterrissou em solo brasileiro um ano depois, no Salão Duas Rodas, em novembro de 2017.

Ducati, Panigale Senna, SuperSport, SuperSport S, Brasil, Salão Duas Rodas, preço, motos, sport touring, motocicleta, mercado, motociclismo, Revista Motociclismo, Motociclismo Online, lançamento, pré-venda, Kit Ducati Touing, Kit Ducati Sport, Rizoma, Marzochi, teste, primeiras impressões, Intermot, Alemanha, Salão de Colônia

O test ride da nova Ducati saiu da capital paulista até Mairiporã (SP). Em um percurso com cerca de 100 km, mesclando uso na cidade e na estrada, com pista seca. Suficiente para as primeiras impressões. O diferencial dessa moto para as brutas Panigale 959 e 1299 é que você não tem que ser um piloto para curtir a moto.

Veja também:
Ducati anuncia pré-venda da SuperSport S no Brasil
Ducati SuperSport em nova cor na Europa
Monster 797 e SuperSport S são destaques da Ducati em SP

A Supersport S é uma moto que não assusta pelo seu comportamento durante a pilotagem. Ela te dá confiança graças às respostas lineares do forte motor, a ótima modulação do robusto sistema de freios e uma ciclística bem acertada.  O motociclista “não briga” com a moto durante a pilotagem para poder andar rápido, sem abrir mão da segurança. Mas deixo claro: isso está longe de significar uma moto que não te dá altas doses de adrenalina. Afinal, estamos falando de uma Ducati!

Ducati, Panigale Senna, SuperSport, SuperSport S, Brasil, Salão Duas Rodas, preço, motos, sport touring, motocicleta, mercado, motociclismo, Revista Motociclismo, Motociclismo Online, lançamento, pré-venda, Kit Ducati Touing, Kit Ducati Sport, Rizoma, Marzochi, teste, primeiras impressões, Intermot, Alemanha, Salão de Colônia

Uma italiana bem equipada

A novidade da Ducati sai de fábrica muito bem equipada. Freios Brembo, suspensões Öhlins totalmente ajustáveis e os impecáveis pneus Pirelli Diablo Rosso 3. Além disso, a moto tem oito níveis atuação do controle de tração e três níveis de atuação do ABS. Na Supersport S são três modos de pilotagem a escolher. O Urban, mais restrito em desempenho e com tração e ABS altos. O Touring, muito bom para uso na estrada e o Sport, mais adequado quando você precisar de adrenalina e estiver em um circuito fechado, curtindo um track day. Toda operação da eletrônica é por botões no punho esquerdo.

A iluminação é toda em LED e deixa o visual muito bonito, moderno. A moto tem 750 mm de largura e 2 140 mm de comprimento. O peso em ordem de marcha é de 210 kg e o tanque tem capacidade para 16 litros. O que move a Supersport S é um motor Testastretta 11°. Um bicilíndrico em L de 937 cm³, que tem potência máxima declarada de 113 cv e pico de torque de 9,86 kgf.m.

A moto tem quick shift para subir ou reduzir marchas. Basta estar acima de três mil rpm que poderá  fazer as trocas sem o uso da embreagem. A posição de pilotagem nos deixa levemente inclinados para frente na moto, mas aliado ao assento confortável, a posição não cansa tanto como outras superesportivas com mais de 100 cv de potência.

Ducati, Panigale Senna, SuperSport, SuperSport S, Brasil, Salão Duas Rodas, preço, motos, sport touring, motocicleta, mercado, motociclismo, Revista Motociclismo, Motociclismo Online, lançamento, pré-venda, Kit Ducati Touing, Kit Ducati Sport, Rizoma, Marzochi, teste, primeiras impressões, Intermot, Alemanha, Salão de Colônia

O propósito da Ducati Supersport S

A novidade está em pré-venda até dia 26 de setembro. Depois disso, chega às concessionárias da marca. Como previsto, um preço apimentado: R$ 63 900 — seis mil reais menos que uma 959 Panigale. A previsão da marca é de vender cerca de 120 unidades do modelo por ano. Aproximadamente 10% do volume total de motos Ducati emplacadas, com base em 2017. Para a Ducati, a missão da sua nova moto é conquistar clientes que desejam uma esportiva mais versátil que as Panigale. Acreditamos que nesse sentido a Supersport S é um tiro certo.

Fotos: Ducati

Comentários


Motociclismo Online

Motociclismo Online

error: Content is protected !!