Royal Enfield Himalayan chega ao mercado norte-americano

Autor: Carlos Bazela


A Himalayan, trail aventureira da Royal Enfield, está oficialmente no mercado norte-americano e chega ao país como opção mais em conta para quem quer viajar sem ser em alta cilindrada. Com nome que presta homenagem à região asiática próxima à Índia, onde as motos da marca são produzidas, ela tem preço de 4 499 dólares, o que corresponde, em conversão direta, a cerca de R$ 17 400. A título de comparação, a Kawasaki Versys-X 300 é vendida por lá pelo preço de 5 399 dólares (R$ 17 743).

A moto conta com motor monocilíndrico de 411 cm³ de comando único no cabeçote e arrefecimento a ar com o apoio de um radiador de óleo. O propulsor é basicamente uma versão maior do que equipa a BMW G 310 R, produzido pela TVS. O câmbio é de cinco velocidades e os números de desempenho ficam na casa dos 25 cv a 6.500 rpm, enquanto o torque máximo de 3,26 kgf.m está disponível nos 4.250 giros.

Para favorecer a aventura, a Himalayan vem com suspensões de longo curso (200 mm no garfo dianteiro e 180 mm no monoamortecedor traseiro) e roda dianteira aro 21’’. Os freios são a disco com pinça flutuante de 300 mm na dianteira e 240 mm na roda traseira. Não há menção ao ABS nessa versão que está chegando aos EUA, mas já temos informações de que a Royal está produzindo uma opção da Himalayan com o sistema antitravamento para ser lançada no segundo semestre de 2018. E é justamente esta versão que deve aportar por aqui.

No Brasil, o mais recente lançamento da marca foi a roupagem Redditch da Bullet 500, mostrada no Salão Duas Rodas. A edição especial, cujas três cores serão vendidas a partir de R$ 20 900, prestam homenagem ao passado da marca, mais especificamente aos modelos produzidos na fábrica de Redditch, na Inglaterra, durante a década de 1950, logo após a Segunda Guerra Mundial. Entretanto, Claudio Giusti, diretor Geral da Royal Enfield no Brasil confirmou que a marca pretende lançar a trail no País. “Temos o plano da Himalayan sim, mas antes queremos contar mais da história da marca para os clientes, que consiste na Continental GT, na Classic 500 e na Bullet 500“, explicou ele.


Comentários