Raridades se encontram no Espaço Motociclismo

Autor: Carlos Bazela


Espaço Motociclismo, motos, Cagiva, Mito 125, Mito, encontro de motos, encontro de motociclistas, AutoShow Collection, motociclismo, MOTOCICLISMO 245, Yamaha, DS7, Opala, RD 250, motos clássicas, raridadesO Espaço Motociclismo, que acontece todas as terças-feiras dentro do AutoShow Collection no Sambódromo do Anhembi, já se consolidou como um dos maiores eventos para motociclistas da capital paulista e segue especial pelo efeito surpresa. Você nunca sabe o que vai encontrar no meio do mar de motos estacionadas lado a lado na avenida e, na noite de ontem, 15 de maio, não foi diferente. Pela passarela do samba – que abriu espaço para o rock’n’roll da Banda Highway – era possível ver muitas motos da Harley-Davidson e algumas raridades, como uma belíssima Vespa e uma Yamaha RD 250 (DS7). Mas quem estava roubando os olhares mesmo era uma Cagiva Mito 125.

Em um belo estado de conservação e há oito anos nas mãos do aposentado Paulo Lobo, a esportiva levou tempo e dinheiro para ficar como está hoje. “Quando a encontrei, a estética estava ótima, mas a mecânica precisou ser refeita. Então fui atrás de um pessoal que preparava kart pra competição, pois eles sabiam como mexer em motor 2 tempos”, conta ele, dizendo que muitas peças vieram importadas, o que reverteu em um gasto de mais de 5 mil euros (mais de R$ 20 mil). “Comprei muita peça pelo e-bay da Alemanha. Mesmo ela sendo italiana, foi lá que achei a maioria“, revela o aposentado que não esconde sua admiração pelas máquinas italianas. “Já tive uma Ducati 916 Senna, que comprei de um colecionador”, revela.

Espaço Motociclismo, motos, Cagiva, Mito 125, Mito, encontro de motos, encontro de motociclistas, AutoShow Collection, motociclismo, MOTOCICLISMO 245, Yamaha, DS7, Opala, RD 250, motos clássicas, raridadesEntretanto, a grande paixão de Paulo Lobo é a sua Mito ano 1999, para a qual não poupa elogios. Principalmente pelo desempenho. “Ela tem 58 cv de potência real, medida na roda. E uma suspensão tão boa e confiável que a primeira vez que fiz uma curva com ela, até rasguei a calça no joelho, do tanto que ela inclina”, conta. “Já aconteceu de dar pau em Suzuki 600, aí o cara da GSX falou que eu estava com uma mil e quis brigar comigo quando soube que era uma 125”, diverte-se Lobo, dizendo ainda que já recusou propostas pela Mito. “Já chegaram em mim dizendo que me davam R$ 35 mil a vista por ela e eu não vendo. Ela não está à venda”, finaliza.

Da mesma forma que Paulo Lobo, muitos motociclistas se encontram todas as terças no sambódromo para curtir boa música, encontrar amigos e aproveitar a boa comida e bebida nos food trucks do Espaço Motociclismo e desfilar suas máquinas modernas ou raridades, como a Mito 125. Com muita segurança, os pilotos param suas motos na área interna do evento e podem aproveitar as atrações da noite ao lado do seu bem mais precioso. Na semana que vem, dia 22 de maio, teremos outro encontro no AutoShow Collection, que celebra a Noite dos Carros Rebaixados. Veja aqui as informações e preços dos ingressos, lembrando que ao comprar a MOTOCICLISMO 245, você recebe um cupom para entrar no Espaço gratuitamente em qualquer noite deste mês.


Comentários