Responsive Menu
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Husqvarna inicia vendas da Vitpilen 401 e da Svartpilen 401

Autor: Carlos Bazela


 Husqvarna, Vitpilen 401, Svartpilen 701, vendas, Europa, mercado, EICMA, o Salão de Motos de Milão, Salão de Milão, Itália, Brasil, Vitpilen 701, Vitpilen, Svartpilen, motos, naked, Revista Motociclismo, Motociclismo, Motociclismo OnlineAs versões de rua das nakeds Vitpilen 401 e Svartpilen 401 da Husqvarna, que foram apresentadas ao público em 2016 e estavam novamente no EICMA, o Salão de Motos de Milão do ano passado, estão finalmente chegando ao mercado Europeu. De acordo com o comunicado da marca sueca, as motos estarão nas concessionárias e importadores até o fim de março, junto com a Vitpilen 701, a naked mais potente, que inclusive, já tem preço e previsão para aterrissar no Brasil.

Sobre o preço dos modelos de média capacidade cúbica, a Husqvarna quer deixar claro que o que fará o motociclista optar por uma ou por outra será o seu gosto e não o valor. Na Itália, por exemplo, tanto a Vitpilen 401 quanto a Svartpilen 401 serão vendidas por 6 550 euros, o que corresponde a cerca de R$ 26 400 em conversão direta, sem impostos.

Com o nome que significa flecha preta em sueco, a Svartpilen é uma releitura moderna dos modelos scrambler, bastante em voga atualmente, enquanto a Vitpilen, cujo nome significa flecha branca, é uma café racer de linhas modernas e futuristas. Já a base mecânica dos dois modelos é a mesma e segue a fórmula da simplicidade, com iluminação em LED e freios ABS de dois canais como itens tecnológicos.

 Husqvarna, Vitpilen 401, Svartpilen 701, vendas, Europa, mercado, EICMA, o Salão de Motos de Milão, Salão de Milão, Itália, Brasil, Vitpilen 701, Vitpilen, Svartpilen, motos, naked, Revista Motociclismo, Motociclismo, Motociclismo OnlineAmbas as motos contam com um motor monocilíndrico de 375 cm³ de quatro válvulas, DOHC e arrefecido a líquido, que é capaz de gerar até 43,5 cv de potência a 9 000 rpm, enquanto o pico de torque, de 3,77 kgf.m, está disponível nos 7 000 giros. O propulsor é montado em um quadro treliçado feito em liga de cromo-molibdênio e suspensões WP monoamortecida na traseira e invertida na dianteira completam o conjunto ciclístico.

Além do visual, as motos se diferenciam apenas no tipo de pneu utilizado. Enquanto a Vitpilen calça o Metzeler M5 de 110/70-R17 na dianteira e 150/60-R17 na roda traseira, a Svartpilen vem de fábrica com o uso misto Pirelli Scorpion Rally STR de mesma medida nas duas rodas.

Da mesma forma que a Vitpilen 701, tanto a Svartpilen quanto a Vitpilen 401 estão cotadas para vir ao Brasil importadas ainda em 2018. Da mesma forma que a naked maior, as motos devem chegar aqui como produto de nicho, com preços que devem ficar entre os R$ 30 e R$ 40 mil.

Comentários


error: Content is protected !!