Responsive Menu
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Honda revela novo PCX 125 na Europa

Autor: Carlos Bazela


PCX, Honda, Europa, Brasil, novo, PCX 125, PCX 150, motos, scooter, vendas, mercado, Fenabrave, mobilidade urbanaO PCX com visual atualizado, que já havia aparecido na Indonésia e até então era restrito ao mercado local, está chegando à Europa.Diferente daqui, lá ele é oferecido em uma versão de 125 cm³.  E não é só o visual que mudou. De acordo com o material divulgado pela Honda, o scooter recebeu diversos pequenos upgrades para melhorar seu desempenho e conforto.

Tudo começa com o design, marcado pelo novo conjunto óptico. A impressão aqui é que a lanterna da geração atual do PCX foi invadida pela carenagem do escudo frontal e criou duas linhas de iluminação secundária em LED. Já a lanterna traseira ficou ligeiramente maior para facilitar com o que o modelo seja visto nas vias. O painel, totalmente digital, também foi reformulado para apresentar as informações de forma mais clara.

As mudanças no corpo do scooter permitiram maior espaço para as pernas do piloto e até o suporte para garrafas ao lado direito foi redesenhado para ser acessado mais facilmente pelo motociclista. A tomada 12V segue presente para carregar um celular ou aparelhPCX, Honda, Europa, Brasil, novo, PCX 125, PCX 150, motos, scooter, vendas, mercado, Fenabrave, mobilidade urbanao de GPS. Abaixo do assento, o PCX 125 conta agora com um litro a mais de capacidade para deixar os deslocamentos mais práticos e partes da estrutura de suporte da carenagem foram substituídos de metal para plástico, por questões de peso.

O motor do PCX europeu é um monocilíndrico de 125 cm³ com arrefecimento líquido e comando único no cabeçote. O tanque é de oito litros e a marca japonesa que o consumo, sem a atuação do sistema idling stop, que desliga o motor em paradas por tempo prolongado, é de 47, 6 km/l. Em números de desempenho, o modelo europeu fica pouco atrás do nosso, com 12,2 cv de potência máxima a 8 500 rpm, enquanto o torque máximo é de 1,20 kgf.m nos 5 000 giros. Já nos freios, o mesmo conjunto do modelo brasileiro, com tambor traseiro de 130 mm e disco dianteiro de 220 mm, mas com adição do ABS combinado.

Por aqui, o PCX segue a mesma trilha de sucesso da Europa. Enquanto no Velho Mundo o Scooter já vendeu mais de 140 mil unidades desde 2010, o modelo 150 disponível aqui somou, só em 2017, um total de 28 049 unidades emplacadas, de acordo com números divulgados pela Fenabrave, federação que contabiliza a distribuição automotiva no País. Resta torcer para que a nossa versão incorpore o novo visual e logo.

Comentários