Card image
Notícias
CEO da KTM quer comprar a Ducati

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 17/12/2018
  • Atualizado: 17/12/2018 as 11:18
  • Por: Carlos Bazela

CEO da KTM, chefão da KTM, KTM, 390 Adventure, 490 Adventure, WP, Husqvarna, naked, Ducati, Triumph, moto, aventureira, Audi, V4, motociclismo, Motociclismo Online, Revista Motociclismo, MV Agusta, X-Bow, Bajaj

Stefan Pierer, CEO da KTM, ou, mais precisamente do grupo que controla a KTM, a Husqvarna e a marca de suspensões WP, deu o que falar no nosso Planeta Moto nos últimos dias. O chefão da marca austríaca, em entrevista ao veículo alemão Speedweek, declarou interesse em adquirir a Ducati.

Quando perguntado se a marca austríaca se manteria fiel a arquitetura de dois cilindros para os modelos maiores, visto que a Ducati agora oferece motores V4, o executivo não só falou em expandir a gama para o próximo ano, como revelou uma vontade de fazer a marca italiana parte do grupo. “Eu tenho uma relação emocional com a Ducati”, disse ele.

CEO da KTM, chefão da KTM, KTM, 390 Adventure, 490 Adventure, WP, Husqvarna, naked, Ducati, Triumph, moto, aventureira, Audi, V4, motociclismo, Motociclismo Online, Revista Motociclismo, MV Agusta, X-Bow, Bajaj

Veja também:
KTM põe à venda duas RC16 da MotoGP
KTM 790 Adventure vem ao mundo em duas versões
KTM vai lançar 390 Adventure ano que vem

Segundo Pierer, adquirir a marca seria a única forma de oferecer uma arquitetura diferenciada. “Para fazer motores de três cilindros, a Triumph teria que vir ao grupo, o que eu excluo, mesmo que meu parceiro Indiano – a Bajaj – esteja se esforçando para isso. Agora, quatro cilindros conseguiríamos com a Ducati. Só eles seriam ideais para nós. Todo o restante, pode esquecer. MV Agusta é muito pequena”, completou Pierer.

KTM, maxitrail, 790 Adventure R, Duke 790, 790 Duke, motos, trail, 390 Adventure, EICMA 2018, o Salão de Milão, KTM Adventure Rally, motociclismo, motociclismo online, revista motociclismo, Unidade de Medida Inercial, IMU, LC8, naked, aventureira

O CEO ainda deu um ótimo argumento sobre a possibilidade da marca italiana ser colocada à venda em breve. “A Audi pode ter outras prioridades logo, como a questão do diesel e mobilidade elétrica”, pontuou ele, dizendo também que o relacionamento entre a KTM e os alemães já existe. “A KTM vem equipando os carros X-Bow com motores Audi há anos”.

Pierer ainda falou sobre a nova 790 Adventure e revelou que uma nova supermotard está a caminho e ela deverá usar a mesma base. “Queremos vender 15 mil dela no ano que vem e traremos outros modelos nesse segmento, como uma SMT”. O chefão ainda disse que uma bicilíndrica de 500 cm³ para competir com as japonesas também está em desenvolvimento e que ela deverá ser produzida na Índia. Como acontece com os modelos menores da família Duke 250 e com a vindoura 390 Adventure. Ou será 490 Adventure? Depois dessa declaração, tudo pode acontecer.

Fotos: KTM e J. Bergauer