Nesta quarta-feira (17), a Kawasaki do Brasil apresentou a Z650, que substitui a ER-6n na linha e chega para somar na família Z, que já tem Z300, Z800 e Z1000.

De acordo com a Kawasaki, a Z650, que foi revelada mundialmente no Salão de Milão 2016, teve seu projeto focado em oferecer ao piloto maior segurança, conforto e desempenho. Os engenheiros da Kawasaki trabalharam bastante na Z650, que ficou com peso total de 187 kg, uma moto leve. Isso foi possível graças à utilização de um quadro de aço de alta tensão de apenas 15 kg.

No time da Kawasaki, sai a ER-6n, entra a Z650!

Com menos peso, é uma moto mais ágil e veloz. Movida por um motor bicilíndrico de 649 cm³ de cilindrada, que rende potência máxima de 68 cv a 8.000 rpm e entrega bom torque nas baixas e médias rotações. O tanque de combustível oferece 15 litros de capacidade.

A Kawasaki afirma que o propósito deste modelo é principalmente o uso urbano, por isso, o quesito conforto foi bem valorizado no projeto. O modelo recebeu garfo dianteiro telescópico de 41 mm e suspensão traseira horizontal do tipo back-link com ajuste de pré-carga.

No painel, moderno e de agradável visual, um dos destaques é o conta-giros com shift light ajustável, que indica o momento certo para realizar a troca das marchas. Além disso, tem indicador de marchas e consumo instantâneo como destaques.  

Com freio ABS de série e disponível em 3 cores (preta, branca ou verde), chega nas concessionárias Kawasaki em junho, com preço sugerido de R$ 32.990. Esperavamos um preço menor, para incomodar mais a Yamaha MT-07, referência na categoria, que é vendida por R$ 31.690 (preços sem frete e sem seguro) também com ABS. Curtiu a novidade? A Z900, que também foi lançada no Salão de Milão, deve chegar ao Brasil logo, para substituir a Z800. Vamos aguardar.

Veja Também