Responsive Menu
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Organização divulga percurso do Rally Cerapió 2018

Autor: Carlos Bazela


Os preparativos já estão a todo vapor para a 31ª edição do tradicional Rally Cerapió, que acontece entre os dias 23 e 27 de janeiro de 2018 e liga os Estados do Ceará e Piauí. Entre os destaques da prova de regularidade estarão muitos balaios ou laços – termo utilizado quando os veículos passam mais de uma vez pelo mesmo ponto – e locais que estiveram no percurso da primeira edição do evento, em 1987, além de trechos inéditos. “Vai ser uma prova muito bonita, com uma paisagem incrível, mas que também exigirá bastante dos competidores em todas as categorias”, afirma Ehrlich Cordão, diretor geral do Rally Cerapió.

Disputado nas categorias carros, motos e UTVs, o rali promete colocar à prova o condicionamento físico dos pilotos. Principalmente quem decidir encarar o percurso em duas rodas. O primeiro dia já vai testar o físico e o equipamento dos participantes. Venham preparados para muita navegação, trilhas e balaios”, alerta Edmilson Campos, diretor da categoria Motos. Confira a seguir as distâncias percorridas por etapa na categoria motos:

1º dia – 24/01 (quarta-feira) – Trairi (CE) a Sobral (CE)

Com 228 quilômetros de extensão, a prova começa bem dura, com alto grau de dificuldade e sequência de trilha. Depois, a disputa entra em uma parte mais light, com várias estradas carroçais e laços até chegar em Sobral (CE).

2º dia – 25/01 (quinta-feira) – Sobral (CE) a Parnaíba (PI)

O segundo dia começa subindo uma estrada que leva à Serra da Uruoca, bem conhecida na região de Sobral. Lá em cima será a parte mais difícil. A descida é pela Trilha do Caranguejo, com alto grau de dificuldade e segue com trechos de estrada, laços, aumentando a média de velocidade. No fim do dia, a prova fica plana e a navegação fará a diferença no trecho próximo ao litoral. A etapa termina após 283 quilômetros.

3º dia – 26/01 (sexta-feira) – Parnaíba (PI) a Piripiri (PI)

Ao todo, serão 243 quilômetros de estradas abandonadas, trilhas, muita vegetação e mata fechada. Será um dia simples, mas muito técnico, no qual a grande dificuldade deve ser manter as médias horárias.

4º dia – 27/01 (sábado) – Piripiri (PI) a Teresina (PI)

O último dia de rali promete ser mais puxado que o anterior. Com 238 quilômetros de extensão, a prova será rápida e técnica, mas com um grau de dificuldade menor que as demais etapas. Os participantes passarão por trechos de matas, bancos de areia e, no fim, próximo a Teresina, uma sequência de trilhas de 15 quilômetros, que vai exigir as últimas forças dos pilotos.

A próxima edição do Rally Cerapió conta com o patrocínio da Caixa Econômia Federal; co-patrocínio da Honda e Governo do Estado do Piauí, além do apoio da Audax e Prefeitura de Teresina.

Comentários