Responsive Menu
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

MotoGP, Jorge Lorenzo, motos, competição, corrida, Mundial de Motovelocidade, Andrea Iannone, Andrea Dovizioso, Cal Crutchlow, Ducati, Yamaha, YZR-M1, DesmosediciGP, Suzuki, GSX-RR

Jorge Lorenzo é o novo piloto da Honda na MotoGP

Autor: Carlos Bazela


MotoGP, Jorge Lorenzo, motos, competição, corrida, Mundial de Motovelocidade, Andrea Iannone, Andrea Dovizioso, Cal Crutchlow, Ducati, Yamaha, YZR-M1, DesmosediciGP, Suzuki, GSX-RRDepois de um dia no qual tivemos a surpreendente confirmação de que Dani Pedrosa não estará mais na Repsol Honda em 2019, encerrando quase duas décadas de parceria com a HRC, o site oficial da MotoGP confirmou que o assento da RC213V não ficou vazio nem por um dia sequer, já que o espanhol Jorge Lorenzo foi confirmado como o novo piloto da marca japonesa pelos próximos dois anos, onde fará dupla com seu patrício Marc Márquez. Por enquanto, nem a Honda e nem Lorenzo se posicionaram a respeito oficialmente.

O anúncio não poderia vir em melhor hora para Lorenzo, já que sua primeira vitória pela Ducati foi nada menos do que o Grande Prêmio da Itália disputado em Mugello no último domingo. Ao todo, o piloto nascido em Palma de Maiorca tem cinco títulos mundiais, sendo três deles na MotoGP com a Yamaha, em 2010, 2012 e 2015. Os outros dois foram em 2006 e 2007, quando competiu pela Aprilia na categoria de 250 cm³.

Com a saída de Jorge Lorenzo, a marca italiana anunciou Danilo Petrucci da Pramac, equipe satélite da Ducati, como piloto oficial de fábrica ao lado de Andrea Dovizioso. “É um sonho que se torna realidade e uma grande honra me tornar piloto oficial, principalmente pra mim, que comecei como piloto de testes dos modelos de produção. Primeiro de tudo, quero agradecer a Paolo Campinoti e Francesco Guidotti que me deram a chance de correr em uma Ducati pela Pramac quatro anos atrás. Sem eles nada disso seria possível”, dsse o italiano.

Aprilia, Andrea Iannone, Suzuki, Suzuki Ecstar, Alex Rins, Aleix Espargaró, Ducati, Jorge Lorenzo, MotoGP, motos, Mundial de Motovelocidade, Marc Márquez, Andrea Dovizioso, Valentino Rossi, Johann Zarco, Yamaha, Honda, Suzuki, vitória, Itália, Mugello, motociclismo, Motociclismo Online, Revista Motociclismo, saída, Team VR46, Moto 2, Tech 3, KTM, Danilo PetrucciClaudio Domenicali, CEO da Ducati deu as boas vindas ao novo piloto, dizendo que está ansioso para vê-lo nas cores oficiais da marca em 2019 e aproveitou para dar uma cutucada em Lorenzo. “Primeiro de tudo, gostaria de agradecer Jorge Lorenzo por todo o esforço e comprometimento que ele teve enquanto piloto da Ducati e principalmente pela incrível vitória em Mugello, domingo passado, que entrará para a história das grandes conquistas da marca. É triste que ele tenha demorado tanto para se acertar com a nossa moto”, completou o chefão, deixando claro que continuarão oferecendo ao piloto espanhol todo o possível para que ele continue vencendo nas corridas restantes da temporada.

E para quem está curioso sobre o destino de Dani Pedrosa, el já avisou que fará uma declaração em data próxima ao GP da Catalunha, que acontece em 17 de junho. Será que ele vai para a Suzuki?

Comentários


Motociclismo Online

Motociclismo Online

error: Content is protected !!