Responsive Menu
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Dani Pedrosa fica na MotoGP, mas como piloto de testes KTM

Autor: Marcelo Barros


O piloto espanhol Dani Pedrosa, tricampeão mundial de motovelocidade, já anunciou sua aposentadoria como piloto oficial Honda das corridas, no final da temporada 2018. A novidade é que foi confirmado durante o Grande Prêmio da Austrália — realizado neste fim de semana —, que o experiente piloto de 33 anos seguirá diretamente ligado ao Mundial de Motovelocidade e a MotoGP, categoria principal do campeonato, pois assinou contrato de dois anos com a KTM. Sua nova empreitada será como piloto de testes da equipe KTM, junto com Mika Kallio — que participa do desenvolvimento da moto desde o princípio do projeto — para acertar a KTM da equipe de MotoGP.

Sem dúvidas, a experiência de treze temporadas na MotoGP de Pedrosa, com mais de 30 vitórias no MotoGP, 3 títulos mundiais e mais de 110 pódios na categoria principal será muito úteis para a KTM aprimorar sua RC16, que entrará no terceiro ano de competição no Mundial. Para especialistas em MotoGP, uma marca precisa no mínimo de três anos de participação e desenvolvimento para provar seu potencial real na categoria. Lembrando que em 2019 a equipe KTM terá como novidade também o reforço do piloto francês Johann Zarco e seguirá com o espanhol Pol Espargaró, piloto KTM nas últimas duas temporadas.

Veja também:
Dani Pedrosa anuncia aposentadoria na Alemanha
Marc Marquez é mais uma vez campeão mundial na MotoGP
Vídeo: Pedrosa no supermoto

Ter um piloto da habilidade e experiência de Dani como parte do nosso projeto de MotoGP é outro forte sinal de que estamos indo na direção certa e ainda estamos nos esforçando ao máximo. Vimos o quão competitiva a MotoGP é este ano e como frações de segundo podem esconder o progresso real e lições valiosas. Esperamos e estamos muito entusiasmados que a contribuição de Dani ao lado de Mika Kallio e a inclusão nas duas equipes que teremos na grelha no próximo ano ajudem a diminuir ainda mais a diferença. Acho que podemos nos sentir muito otimistas sobre nossas possibilidades para as próximas temporadas. Gostaria de agradecer a toda a equipe da fábrica, todo o esforço das corridas e de todas as milhas que estão sendo testadas, já que chegamos perto do final do nosso segundo ano. Também para Dani, é ótimo que ele acredite e confie em nós e no que estamos fazendo ”, declarou Pit Beirer, diretor de Motorsports do KTM Group.

Comentários


Motociclismo Online

Motociclismo Online

error: Content is protected !!